Quis a sincronicidade do céu, que o eixo desta lunação coincidisse com o mesmo eixo do mapa astrológico de Ronaldo: o das casas 3-9 e conjunta ao seu Úrano natal em Sagitário!

O craque, aquariano de casa 11 – não duvidem da generosidade e humanitarismo dele – tem Neptuno, regente do signo dos Peixes, signo de Portugal, no seu MC: aquele que constelou no inconsciente coletivo lusitano, o arquétipo messiânico do herói-salvador. Aquele que teve qualidade e destino para tal. No rescaldo dos eclipses de Touro-Escorpião, onde ele tem os nodos lunares, inventam uma “polémica” idiota, que nem conseguem explicar.

Que bom que Portugal já tem outros jogadores muito bons. Ele é competitivo com Marte e Vénus em Carneiro, e adorou que Portugal ganhasse: celebrou. Como acredito que celebrará sempre, com uma Lua em Leão regente da casa 4, super orgulhosa das suas raízes e ancestralidade.

Que tenha dado tanto e mais de 20 anos ao futebol e tanto a Portugal, acontece a muito poucos (aliás há recordes que só ele tem); e que esteja quase a acabar a carreira, acontece a todos os que têm a sorte de trabalhar e de envelhecer.

Polémica de quê? A maledicência sobrepôs-se à natural satisfação por termos ganho? Têm falta de gozo nas vidas pessoais e compensam com veneno? Ah gentes pequenas que deviam canalizar a crítica para os políticos que nos levaram para baixo dos “gitanos da Europa” (que me perdoem os romenos). Deviam apontar o fulgor com que amaldiçoam Ronaldo, aos governantes que empobreceram perversamente este retângulo pisciano.

Deviam manifestar-se mais, intervir mais, ser agentes cívicos à séria, saber por exemplo, dos atuais projetos de alteração à Constituição, que podem ser muito nefastos para as liberdades e garantias dos cidadãos.

Mas não: treinadores de sofá, espetam como lacraus furtivos, o espigão cobarde em quem lhes é incomparável. No ardor do trabalho, qualidade do foco, no manifesto carisma e na singularidade do destino. Pouco importa se tem defeitos: quem os não tem? E quem fizer melhor do que ele, que atire pedras. Não precisa sequer ser melhor do que ele no futebol, pode ser na própria área. E nem precisa ter sido, como ele, várias vezes o melhor do mundo; basta ter sido uma vez... De qualquer forma, será para o lado que Ronaldo dorme melhor.

Sempre gostei de ver futebol de alta competição e tenho acompanhado o Mundial. E tenho viajado extensivamente por África este ano e, desde as montanhas mais recônditas de Madagáscar, ao deserto mais inóspito da Namíbia, das cataratas de Victoria Falls no Zimbabwe, à Prisão-Museu onde Nelson Mandela esteve, na África do Sul, quando digo que sou de Portugal, respondem imediatamente sorrindo: Ronaldo! Duvido muito que haja algum português já partido, capaz de se igualar a esta notoriedade. Ronaldo é O maior Embaixador de Portugal; pôs o país no mapa do mundo.

Portugal é Peixes e os signos trabalham aos pares: a polaridade com Virgem dá o excesso de crítica, a insegurança crónica, a obsessão com a burocracia. Este Portugal que subverteu o sentido profundo dos Peixes: universalidade, transcendência, almas em conexão no oceano da Vida – continua a chafurdar no materialismo de uma existência vazia, que transfere equivocamente a líbido para os écrans, as banalidades quotidianas e o Cristiano Ronaldo, em críticas injustas, ingratas e ignorantes.

Há cerca de um ano, estive a morrer com covid, ventilada uma semana. Acordei do coma ao sétimo dia, nos Cuidados Intensivos de Santa Maria. Num dos delírios do coma, de que me lembro vividamente, vi o Cristiano Ronaldo no centro de um jardim, no meio de uma piscina redonda enorme, em redor da qual dançavam bailarinas de vaudeville, com as pernas quilométricas em leque sincronizado e feliz. Claro que a psicanálise deste delírio é só minha, mas o aspeto exotérico desta imagem revelou-se-me quando perguntei a dada altura, a uma das enfermeiras extraordinárias da UCI, porque é que a cama onde me encontrava, estava constantemente a mover-se. Ela respondeu: “Vera, a cama onde está deitada custa cerca de 3.000 euros, e move-se para evitar escaras, e para dar o maior benefício aos doentes. Foi o Cristiano Ronaldo que doou cerca de 1 milhão de euros a esta unidade, e temos equipamento de topo devido a ele”. Bravo Cristiano, OBRIGADA, eu beneficiei muito desta sua doação, uma de muitíssimas, que sabemos que faz!

Nesta Lua Cheia da Verdade, da Visão e do Sentido sagitarianos, que a alma Portuguesa possa inspirar-se com muito mais do que maledicência, essa forma manipuladora e particularmente nefasta de expressão da raiva. E que se desenganem os invejosos preguiçosos, incapazes de trabalhar como Ronaldo sempre trabalhou: o craque tem um mapa astral do caraças, vai sempre erguer-se e cumprir destino.

Ah, que tanto falta cumprir Portugal…

Abençoada Lua Cheia,

Vera Leal Feminino Consciente

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.