Estamos mais voltados para nós próprios e mais preocupados com as situações que não podemos controlar, sendo um período favorável ao desenvolvimento de novas competências, a aprendizagens e a tudo aquilo que possa deixar-nos mais fortes e mais capazes.

Setembro é o nono mês do ano, e a energia do número 9 está sempre associada ao amadurecimento e ao completar de ciclos. A Carta de Tarot número 9 é a carta O Eremita, que nos fala de introspeção como forma de ganhar maior conhecimento. Este mês é, de facto, propício à reflexão e à ponderação, obrigando-nos a abrandar o ritmo, à medida que o verão se despede e o outono se aproxima, e a avaliar as nossas ações, organizando melhor as nossas rotinas e a nossa vida, para que possamos avançar de forma mais segura, ainda que seja mais lenta. O Eremita traz na mão uma lanterna, lembrando-nos que há dentro de nós uma luz que nos serve de guia e que nunca se apaga, sejam quais forem as situações com que nos deparamos.

O mês de setembro começa sob a influência da Lua Cheia em Peixes, que ocorre no dia 2. Esta Lua Cheia tem uma forte carga espiritual, deixando-nos mais introspetivos. Peixes tem uma forte conexão ao mundo do inconsciente, a tudo aquilo que sentimos e intuímos, mesmo que não compreendamos de forma racional.

Esta Lua Cheia oferece-nos a oportunidade de conexão com o mais íntimo de nós, permitindo-nos compreender melhor qual é o sentido da nossa vida, aquilo que nos move, o que nos faz sentir mais próximos de quem na verdade somos. É uma excelente Lua para fazer pedidos ao Universo, para estarmos mais tempo a sós com os nossos pensamentos, para procurarmos também estar mais com quem amamos e com tudo aquilo que anima o nosso coração. Podemos receber mensagens do Universo ou dos nossos guias espirituais e Anjos protetores, pois estamos mais despertos para as suas mensagens.

Uma vez que no final de agosto Marte formou uma poderosa quadratura com Saturno, e que esse aspeto influencia a nossa energia durante o resto do ano, é natural que nos sintamos ainda um pouco tensos e até perdidos, pois a Lua Cheia amplifica os sentimentos e, já que Marte em quadratura a Saturno torna mais vívidas as limitações e acentua as preocupações, é provável que estejamos mais vulneráveis e inquietos.

Nesse sentido, este período requer que tenhamos mais paciência connosco mesmos e com os outros, que sejamos mais compreensivos e compassivos, especialmente por volta do dia 9, quando Marte fica retrógrado. Marte continua no signo Carneiro, o que faz com que a sua energia seja mais intensa e até explosiva.

Marte retrógrado faz-nos repensar as nossas ações e avaliar até que ponto estamos a investir a nossa energia naquilo que de facto é mais benéfico para nós, no que nos conduz ao que sonhamos, no que se materializa em algo que realmente queremos ou se, pelo contrário, estamos apenas a lutar "contra moinhos de vento", desperdiçando energia sem a utilizar de forma útil. Marte fica retrógrado a cada dois anos e, por isso, esta retrospetiva pode incidir especialmente sobre projetos e situações que temos vindo a desenvolver desde há dois anos para cá.

Vénus entra em Leão no dia 6, e isso pode deixar-nos também mais efusivos em relação aos nossos sentimentos, fazendo com que nem sempre sejamos capazes de agir de forma refletida e ponderada. Pode ser um período propenso a paixões, mas elas não terão uma boa consistência e podem até ser-nos prejudiciais. Marte retrógrado em Carneiro e Vénus em Leão deixam-nos mais à mercê do ego, fazendo-nos agir muitas vezes por orgulho ou por capricho, sem termos capacidade de discernir o que é melhor para nós ou medir as consequências das nossas escolhas.

Temos, como ajuda, Mercúrio em Balança, a partir do dia 5, o que nos traz maior agilidade mental e que nos ajuda a encontrar soluções mais flexíveis e que possam satisfazer melhor os interesses de todos. Mercúrio em Balança deixa-nos mais diplomáticos e benevolentes, ajudando-nos a usar as palavras da melhor forma, para passarmos a nossa mensagem sem magoarmos (tanto quanto possível) ninguém.

A 12 de setembro Júpiter deixa de estar retrógrado, e isso também nos traz uma renovada confiança, pois ajuda-nos a ter uma visão mais clara sobre aquilo que precisamos de fazer para avançar. A vida profissional pode ganhar um novo impulso nesta altura, assim como as questões financeiras que temos para resolver. Júpiter direto deixa-nos mais confiantes nas nossas capacidades e otimistas quanto ao futuro, o que por sua vez faz com que estejamos mais atentos às oportunidades e sejamos capazes de as aproveitar na altura devida.

No dia 17, a Lua Nova em Virgem ajuda-nos a ter mais ponderação e rigor, pois este signo é bastante analítico e consegue ter uma ideia precisa em relação a tudo o que afeta uma situação, o que por sua vez nos permite dar passos mais consistentes e ter uma ação mais focada nas nossas metas. Este período é ideal para pôr a nossa vida em ordem e para fazer mudanças nas nossas rotinas, de modo a que elas nos ajudem a ter maior equilíbrio e bem-estar.

A Lua Nova em Virgem também incide de forma especial sobre a saúde, sendo essa uma das maiores preocupações deste período (e deste ano!). Ela ajuda-nos, no entanto, a ter maior consciência das nossas capacidades e a encontrar dentro de nós aquilo de que precisamos para fazer face às situações que nos afligem.

Logo depois da Lua Nova, no dia 22, ocorre o Equinócio do Outono no Hemisfério Norte, que marca um período de equilíbrio entre as horas de luz solar e a noite. O Equinócio traz-nos a compreensão de que tudo precisa de ser melhor equilibrado na nossa vida, e de que a melhor maneira de superar os obstáculos consiste em fortalecer as nossas defesas e procurar sempre aquilo que nos traz paz, serenidade e harmonia.

Esta é, de resto, também a energia trazida pela entrada do Sol em Balança, no mesmo dia, que nos faz agir com maior sentido de justiça e racionalidade, ajudando-nos a gerir melhor a emoção em equilíbrio com a razão, procurando o que é mais correto e o que pode trazer-nos maior segurança, mesmo que não seja, de imediato, o que mais satisfaz os nossos desejos.

O final do mês torna-se mais intenso e deixa-nos mais assertivos e decididos, pois Mercúrio entra em Escorpião no dia 27 e Saturno deixa de estar retrógrado a 29. As nossas ações começam a ser mais firmes, deixamo-nos de impasses e começamos a trabalhar afincadamente na conquista daquilo que queremos alcançar ou modificar, acelerando as situações à medida que nos aproximamos da Lua Cheia em Carneiro, a 1 de outubro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.