A Lua Cheia ocorre sempre quando a Lua se opõe ao Sol. Também há anos em que a primeira Lua Cheia está no signo Leão, quando ela acontece depois do dia 19, quando o Sol já está em Aquário.

A Lua Cheia em Caranguejo é sempre muito intensa e dramática, porque a Lua é regente deste signo e, como tal, a sua energia é amplificada. Caranguejo é muito sensível a tudo o que o rodeia e vive sempre ao nível das suas emoções, destacando-se pela emoção que põe em tudo o que faz, pelo seu apego a pessoas e a situações, pelo cuidado que tem para com aqueles que lhe são próximos, pela dedicação à família e pela importância de se sentir amado. Este é, também, um dos signos mais intuitivos do Zodíaco, já que a influência da Lua lhe dá a capacidade de captar os sinais mais subtis do Universo, apercebendo-se de forma inconsciente de informações que escapam ao senso comum.

Para além do apego afetivo, da intensidade emocional e do poder intuitivo, Caranguejo é muito criativo, tem uma imaginação rica e consegue encontrar soluções originais para abordar as situações complicadas com que se depara no seu dia a dia.

Todas estas caraterísticas são enfatizadas quando a Lua Cheia se encontra em Caranguejo, seja qual for o nosso signo do Zodíaco.

Como tal, nos dias que antecedem e nos dias que se seguem a esta fase lunar, é provável que se sinta mais carente, mais vulnerável a nível afetivo, mais emotivo ou, também, mais desconfortável em relação aos seus sentimentos.

Pode estar mais conectado com o seu lado espiritual, despertando para novas perceções das situações e da realidade que está à sua volta.

Esta fase lunar é ideal para dedicar mais tempo a si próprio através de atividades como a Meditação, que o façam ouvir a voz mais íntima do seu coração. Podem vir ao seu encontro mensagens importantes, por isso esteja mais atento aos sinais que recebe através de coincidências, palavras que lhe dizem, imagens que captam a sua atenção, por exemplo.

Aproveite este período para se dedicar à criação artística, especialmente se tem um trabalho ligado às artes. A expressão individual está favorecida e será essencial para ajudá-lo a descomprimir e a extravasar as emoções que podem ser agora mais intensas.

Esta Lua Cheia pode trazer alguma tensão interior, devido ao facto de haver vários acontecimentos astrológicos que potenciam os conflitos e a instabilidade:

— no momento da Lua Cheia o Sol forma uma conjunção com Plutão, o planeta ligado às transformações e às emoções escondidas, o que faz com que possam aflorar sentimentos que estavam ocultos e emoções que se tentavam conter. Tanto o Sol como Plutão encontram-se no signo Capricórnio, enfatizando os aspetos materiais e assuntos ligados ao poder e às finanças;

— Mercúrio fica retrógrado no dia 14, poucos dias antes da Lua Cheia, aumentando a tendência para haver mal-entendidos e dificuldades de comunicação;

— Vénus também está retrógrado, o que dificulta as relações e a expressão de sentimentos, podendo também trazer de volta problemas que ficaram por resolver no passado;

— Úrano deixa de estar retrógrado no dia 18, o que já se faz sentir na Lua Cheia, deixando os nervos à flor da pele e podendo trazer ao de cima acontecimentos inesperados; há também maior tendência para ter reações explosivas, já que os ânimos tendem a exaltar-se;

— Também no dia 18, logo um dia após a Lua Cheia, os Nodos Lunares mudam de eixo: ao fim de um período de um ano em meio em Gémeos — Sagitário, o Nodo Lunar Norte passa para Touro e o Nodo Lunar Sul entra em Escorpião. Este acontecimento traz acontecimentos ligados ao karma, não só a nível coletivo como também individual, e apresenta-nos novos desafios e diferentes lições. As questões ligadas ao sentimento de posse, ao ciúme, à vulnerabilidade, à necessidade de exercer controlo estarão agora em destaque ao longo dos próximos meses, e a data em que esta mudança se opera pode gerar maior instabilidade.

Para além da tensão que se poderá sentir, esta Lua Cheia oferece também uma poderosa energia relacionada com a intuição e com a espiritualidade, não só porque a Lua está no signo Caranguejo, mas também porque forma um aspeto bastante harmonioso com Neptuno, o planeta do sonho, da imaginação e do inconsciente, que pode trazer-nos verdades surpreendentes e ajudar-nos a ter uma visão mais profunda e esclarecedora em relação às situações e às circunstâncias que as (e que nos) condicionam.

O signo Caranguejo está poderosamente ligado à infância, à família, aos laços com a figura materna e, como tal, esta Lua Cheia oferece a oportunidade de entrar em contacto com a sua criança interior, para curar mágoas e bloqueios que estão consigo desde tenra idade.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.