Às 20.12 do dia 5 de junho, a Lua entra na fase de Lua Cheia, atingindo o pico do ciclo lunar. Mas, desta vez, ela vem acompanhada por um eclipse penumbral da Lua, o que significa que a Lua fica encoberta pela penumbra (ou sombra) da Terra, o que faz com que pareça estar "dentada". Mesmo não sendo visível em todas as partes do globo, a energia de um eclipse é muito forte e é sentida em todo o globo terrestre.

Este é o primeiro de uma série de três eclipses, o que indica que estamos prestes a iniciar um período que pode marcar importantes transformações e mudanças - tanto interiores como que se manifestam na nossa vida exterior. Os eclipses, cujos efeitos não são imediatamente sentidos, acabam muitas vezes por fazer-nos mudar de direção.

Olhando retrospetivamente depois de terem passado, reparamos que coincidiram com períodos da nossa vida nos quais, por força das circunstâncias, por acontecimentos inesperados, por encontros ou reencontros que tivemos ou, simplesmente, porque tivemos uma espécie de epifania, fomos alterando de forma consistente a nossa vida, colocando-nos num caminho muito diferente daquele que vínhamos a seguir até então.

Esta Lua Cheia opõe o Sol em Gémeos à Lua em Sagitário. Em Sagitário, a Lua é fogosa, ardente, segura de si - e aventureira. Este é o signo do justiceiro, o Robin dos Bosques que habita dentro de cada um de nós, que não se cala perante situações que lhe parecem intoleráveis ou que não vão ao encontro da sua verdade. Sagitário gosta de viver como nasceu - livre, espontâneo, feliz. Este é o signo dos otimistas, dos que adoram a adrenalina do perigo, dos que vivem para correr riscos.

Se tivermos em mente que na Lua Cheia a energia é amplificada, compreenderemos que esta Lua Cheia será especialmente inflamada. As questões relacionadas com a igualdade, com a justiça, com a sede de conhecimento e de aventuras e com o alargamento de horizontes estarão em destaque.

No entanto, uma vez que esta Lua Cheia vem acompanhada por um eclipse, não será fácil lidar com esta energia. Num eclipse, é como se estivéssemos numa sala que, de repente e por alguns instantes, fica às escuras. Temos de nos adaptar à escuridão, e poderemos facilmente tropeçar num móvel ou objeto de cuja existência ou de cujas dimensões não nos havíamos ainda apercebido. De igual modo, os eclipses "apagam" certos aspetos que estão mesmo à frente do nosso nariz, obrigando-nos a ver outros, que vêm trazer uma luz totalmente nova àquilo que já conhecíamos.

De um modo geral, os eclipses lunares relacionam-se com a forma como vemos os outros. Porque a Lua está ligada às emoções, quando ela é temporariamente "encoberta" isso faz com que venham ao de cima sentimentos que estavam escondidos. Num eclipse lunar podemos ter encontros ou reencontros marcantes ou, por alguma situação ou circunstância, acabamos por ver os outros com novos olhos, de uma nova maneira.

Uma vez que se opõe ao Sol em Gémeos, esta Lua Cheia com eclipse lunar será também especialmente focada nas questões relacionadas com a comunicação, com a expressão da sua verdade. A maneira como diz e como ouve será posta em causa - e todos os desequilíbrios que existam a este nível terão de ser corrigidos.

É preciso ter também algum cuidado redobrado porque Marte, o planeta das pulsões, das paixões e das lutas, está a formar uma quadratura ao Sol e à Lua, tornando tudo ainda mais intenso e explosivo, deixando os ânimos ainda mais exaltados.

Assim, nesta Lua Cheia com eclipse lunar, tenha especial atenção a:
- comportamentos explosivos
- palavras ditas sem pensar e que ferem sem que seja essa a sua vontade
- decisões tomadas de forma impulsiva
- gestos que ocorrem no calor de uma discussão
- todas as questões relacionadas com a liberdade individual e com a justiça
- o respeito pelo espaço do outro.

Estes serão assuntos proeminentes durante este período. Uma vez que Vénus forma uma conjunção ao Sol, as paixões podem também despertar inesperadamente, pode haver reencontros intensos ou algum tipo de contacto com alguém do passado, deixando o coração em alvoroço. A vida a dois está favorecida, desde que a tensão seja canalizada de forma apaixonada, evitando as brigas que também podem surgir.

Nesta Lua Cheia tudo será intenso, portanto tenha cuidado e evite atitudes exacerbadas. É provável que se sinta inquieto, mas procure descontrair através do desporto e do contacto com a Natureza, deixando passar esta fase de energia mais intensa. Sagitário encontra a paz e o equilíbrio quando se sente livre e em união com a Natureza - fazer o mesmo vai ajudá-lo a encontrar o seu foco e a retirar desta oportunidade cósmica o impulso de que estava a precisar para avançar com a sua vida em algum sentido ou para dar o seu grito de liberdade, se estiver a precisar de o fazer.

Os signos que sentirão de forma mais forte esta influência são (como signo solar, signo lunar ou Ascendente):
- Sagitário
- Gémeos
- Peixes
- Virgem

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.