Estamos a fazer nove vezes menos sexo do que há 20 anos e a culpa (também) é dos millennials que, de acordo com um novo estudo internacional realizado pela agência de comunicação americana Max Borges Agency, preferem fazer compras do que ter relações sexuais. Depois de inquirir 1.108 pessoas com idades entre os 22 e os 37 anos, os investigadores concluíram que, a ter de optar, 44% prefere ir ao site ou à app da Amazon.

Entre um copo de vinho, uma cerveja ou um coquetel, a diferença é ainda mais abissal, com 77% a preferir a loja digital do gigante norte-americano. 61% afirma mesmo que fica acordado durante parte da noite, a altura que os casais antigamente mais aproveitavam para copular ou para ingerir bebidas alcoólicas, para fazer compras nesta plataforma digital. 47% fá-lo na casa de banho e 23% aproveita o para/arranca do trânsito.

Os equipamentos eletrónicos representam 61% das compras. Em segundo lugar, surge a roupa, o calçado e os acessórios de moda, com 60%. O terceiro lugar é ocupado por produtos de beleza e higiene, que equivalem a 50% das aquisições nesta loja de comércio eletrónico. Há dois meses, um outro estudo, realizado pela HomeAway, revelou que, entre viajar e fazer sexo, os millennials preferem fazer as malas e sair porta fora.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.