Os millennials são menos dados ao sexo do que as gerações anteriores. A tese é avançada por um novo estudo da Lincoln University na Nova Zelândia. Depois de monitorizar a vida de 16.000 adultos entre os 20 e os 36 anos, os investigadores da universidade neozelandesa chegaram à conclusão que um em cada oito membros da Geração Y, nome por que também são conhecidos, não tem relações sexuais antes dos 26 anos.

Em gerações anteriores, o rácio era de um por cada 20. Steve McKay, professor naquele estabelecimento de ensino universitário, vai ainda mais longe, afirmando que o número pode ser maior, uma vez que um em cada seis dos inquiridos se terá recusado a responder a perguntas que se relacionassem diretamente com a sua virgindade e com a sua vida íntima. Para muitos especialistas, a explicação é simples.

"Os millennials foram criados numa cultura de sobrevalorização da sexualidade, o que acabou por gerar medos e receios em torno da intimidade", comentou publicamente Susanna Abse, uma psicoterapeuta britânica, em declarações ao jornal The Sunday Times. "Têm medo de ser humilhados em caso de não corresponderem às expetativas e receio de virem as ser expostos nas redes sociais", justifica ainda a especialista.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.