As mulheres que têm uma concentração mais elevada de uma hormona ligada à auto-estima, que as faz sentirem-se atraentes, têm mais hipóteses de ter casos extraconjugais e de trocar de parceiro com frequência, sugere estudo realizado nos Estados Unidos.

Segundo divulga a BBC, o estudo da Universidade do Texas relaciona o nível de auto-estima com a quantidade da hormona estradiol.

As mulheres com maior quantidade desta hormona tendem a considerar-se mais bonitas e a serem consideradas mais atraentes por outras pessoas.

Os cientistas afirmam que essas mulheres têm tendência a sentirem-se menos satisfeitas e comprometidas com os seus parceiros.

«Na natureza, é difícil conseguir um parceiro que seja ao mesmo tempo um bom fornecedor de estabilidade para a família e que tenha bons genes para procriar.

Por isso, muitas mulheres alternam um relacionamento mais duradouro com aventuras com homens mais atraentes», disse à BBC a psicóloga Kristina Durante, autora da pesquisa.

«Já as mulheres mais bonitas procuram mais os dois tipos de recursos por parte do parceiro e procuram um padrão de qualidade que às vezes é difícil de conseguir».

Segundo a BBC, a hormona estradiol está ligada à fertilidade e saúde reprodutiva da mulher. A pesquisa foi publicada na revista Biology Letters, da Royal Society.

14 de Janeiro de 2008

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.