No ano passado, disse, houve mais apoios financeiros, mais famílias ajudadas e mais alimentos salvos.

No balanço anual sobre Portugal a empresa, de origem francesa, registou 12 mil toneladas de alimentos salvos em 2023, um crescimento face a 2022, quando tinha registado nove mil toneladas.

Também no número de famílias ajudadas a Phenix passou de 100 mil em 2022 para 450 mil no ano passado.

Carlos Hipólito, responsável em Portugal pela startup afirma, citado no comunicado: “2023 foi um ano marcado por grandes desafios para as instituições e para as famílias portuguesas e isso verificou-se no aumento de famílias ajudadas pela Phenix. Em apenas um ano, passámos das 100 mil para as 450 mil famílias ajudadas. É um número que nos deixa preocupados, é certo, mas que nos faz lutar ainda mais pela causa do desperdício alimentar”.

Segundo o balanço, os 25 milhões de refeições salvas em 2023 são também um aumento de sete milhões comparando com 2022.

“No total, foram poupadas 85 mil toneladas de dióxido de carbono, o que representa 6.405 viagens de avião Lisboa – Paris. Este valor reflete um aumento de 22 mil toneladas face aos dados do período homólogo. Paralelamente, a Phenix registou, em 2023, 38 milhões de euros em doações, o que representa 50 mil ordenados mínimos em Portugal. No ano de 2022, tinham sido registados 30 milhões de euros”, diz também a empresa no comunicado de balanço.

Em Portugal a Phenix é parceira de 3.000 associações beneficiárias e tem o apoio de várias empresas, que fazem doações que são depois distribuídas pelas associações, que as fazem chegar às famílias. A empresa prevê um crescimento de clientes e parceiros que se traduzirá num crescimento superior a 18% de valor doado.

Além de fazer a ligação entre o mercado e as instituições a Phenix tem uma aplicação anti-desperdício (cabazes de excedentes) e forma os profissionais das lojas, da distribuição e da indústria em melhor gestão de excedentes.

A startup está em Portugal desde 2016. Foi criada em França em 2014 e tem como objetivo combater o desperdício, alimentar ou não. Está presente também em Espanha, além de Portugal e França.

Os dados estatísticos indicam que cada português desperdiça por ano 184 quilos de alimentos, sendo Portugal o quarto país da União Europeia que mais desperdiça.

No mundo desperdiça-se um terço dos alimentos que são produzidos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.