Os eventos relacionado com as alterações climáticas extremas são cada vez mais frequentes, tais como ondas de calor, secas ou inundações, levando à deterioração da qualidade da água e ameaçando a disponibilidade de recursos hídricos.

Em algumas áreas do mundo, estas mudanças têm reduzido os recursos nos oceanos e, por outro lado, assiste-se ao aumento da temperatura nas zonas tropicais, o que favorece a propagação de doenças.

Sabe qual é o segundo maior 'pulmão' do planeta?
Sabe qual é o segundo maior 'pulmão' do planeta?
Ver artigo

O Índice de Risco Climático Global (IRCG) avalia, a cada ano, quais foram os países mais afetados por esas alterações climáticas extremas, sendo uma ferramenta útil para ajudar a entender os impactos socioeconómicos relacionados com este novo perigo para a humanidade.

Os dados são baseados em dados anteriores e não podem ser usados para fazer projeções sobre o que acontecerá no futuro, mas deve ser entendido como um alerta para a tomada de medidas de adaptação às mudanças climáticas.

Veja na galeria abaixo quais os países mais afetados

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.