O Serviço Meteorológico dos EUA emitiu um aviso de tempestade de inverno para zonas do estado montanhoso, no oeste do país, prevendo fortes chuvas nos próximos dias.

Pelo menos 500 casas ficaram destruídas e dezenas de milhares de pessoas tiveram de fugir, mas até agora não foi relatada nenhuma morte, “um milagre”, frisou o governador do Colorado, Jared Polis.

“As famílias tiveram apenas alguns minutos para colocar tudo o que podiam no carro e partir”, disse Polis, em conferência de imprensa, na sexta-feira.

Na quinta-feira, ventos fortes, que chegaram a atingir 160 quilómetros por hora na quinta-feira, alimentaram as chamas, provavelmente desencadeadas pela queda de postos elétricos em terreno seco, de acordo com as autoridades.

O número final de casas destruídas ainda não é conhecido. O xerife do condado de Boulder, Joe Pelle, avançou serem mais de 500, mas sublinhou que podem ser “mais de mil” casas.

As chamas pouparam alguns bairros para destruir casas vizinhas e, ao contrário de outros incêndios, não ficaram contidas às zonas rurais, mas atingiram alguns subúrbios, disse.

“Quando se vê a devastação, é inacreditável que não tenhamos uma lista de 100 pessoas desaparecidas, mas não temos”, destacou Pelle.

Em resposta a um apelo do governador Polis, o Presidente norte-americano, Joe Biden, prometeu que “serão feitos todos os esforços para prestar assistência imediata às pessoas e populações afetadas”, indicou a Casa Branca.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.