"Estamos entusiasmados por oferecer aos clientes na Suécia a possibilidade de transformar roupas indesejadas em novos favoritos de moda, com a ajuda do nosso novo sistema de reciclagem peça por peça chamado 'Looop'", afirmou a marca de fast fashion H&M.

Através da máquina, os clientes vão poder ver ao vivo como uma peça antiga tem valor e pode ser transformada em algo novo e reutilizável, evitando o desperdício.

O sistema Looop esteve aberto ao público no dia 12 de outubro, numa das lojas H&M em Drottninggatan, Estocolmo (Suécia). Esta é a primeira vez que este sistema de reciclagem é mostrado em loja e onde os clientes tiveram a oportunidade de assistir como é que esta máquina, do tamanho de um contentor, recicla os seus têxteis antigos em algo novo.

Este é mais um passo na política da empresa, que quer tornar-se totalmente circular e positiva para o clima. "Devemos inovar materiais e processos e, ao mesmo tempo, inspirar os clientes a manter as suas roupas em uso pelo maior tempo possível", afirma a marca.

As roupas são limpas, desfiadas em fibras e fiadas em novos fios que são então tricotados em novos achados de moda. Alguns materiais virgens de fontes sustentáveis precisam de ser adicionados durante o processo e, é claro, o objetivo é o de tornar esta parcela o menor possível.

O sistema não usa água nem produtos químicos, o que tem um impacto ambiental significativamente menor do que quando se produz roupas do zero.

A H&M quer liderar a mudança para uma indústria da moda sustentável. Em 2013, foi a primeira loja de moda com um programa global de coleta de roupas. Agora, está a dar o próximo passo com o sistema de reciclagem Looop.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.