Quando viajamos, dentro ou fora de Portugal, existem situações em que tem de resolver problemas que estragam os seus momentos de descanso. Todos os anos existem reclamações e pedidos de esclarecimentos relativos a problemas que ocorreram nas férias.

Saiba nestes quatro casos como pode fazer a sua reclamação:

1. Reclamar dos voos

Se o seu voo for cancelado ou chegar atrasado, pode reclamar junto da agência onde fez a reserva ou diretamente à companhia aérea. Em todos os aeroportos existe um balcão de informações da companhia aérea, ao qual deve informar a sua insatisfação. Preencha sempre formulários de pedidos de reclamação em caso de bagagem perdida ou voo cancelado ou atrasado, pois poderá ter direito a indemnizações monetárias proporcionais ao seu prejuízo.

É aconselhável também preencher o formulário de queixas do Instituto Nacional de Aviação Civil.

2. Reclamar do programa da agência de viagens

Ao comprar um pacote de férias através de uma agência de viagens e verificar que algo não correu como o previsto, deve, primeiro, mostrar a sua insatisfação ao agente responsável pela sua viagem. Se o assunto for decidido em acordo, poderá evitar o agravamento do problema.

Caso a situação seja realmente grave, deverá pedir o livro de reclamações, preenchendo a devida folha com o máximo de detalhes possíveis sobre o sucedido.

Para poder obter uma indemnização da agência, devido ao transtorno causado, deve apresentar a sua reclamação junto do Provedor da Associação Portuguesa de Viagens e Turismo e ao Turismo de Portugal.

3. Reclamar de um alojamento nacional

O verão é por definição a época alta dos preços e também das reservas de alojamento. Com hotéis, pousadas e outros estabelecimentos cheios podem ocorrer situações desagradáveis para si.

Se tem problemas com a reserva ao chegar ao alojamento, deve tentar resolver a situação no local cordialmente. Certamente uma solução será pensada para si. Saiba que, se esta for mesmo a sua intenção, pode pedir o livro de reclamações e fazer o procedimento de registo da mesma.

Pode reclamar se o quarto não corresponder à descrição da reserva ou se teve cobranças excessivas em que os preços não estavam afixados.

Caso perceba que o hotel tem lotação completa, tem o direito de pedir que o mesmo encontre um alojamento semelhante ao contratado. As despesas da mudança são suportadas pelo hotel.

Caso o livro de reclamações não pareça surtir efeito, pode ainda contactar o Posto de Turismo mais próximo para expor a situação. Estes episódios de queixa podem ter indemnizações associadas pelos transtornos causados, pelo que deve estar informado de todo o processo.

4. Reclamar de um alojamento internacional

Se as suas férias são no estrangeiro, saiba que também tem ferramentas para fazer as suas reclamações e obter indemnizações se for o caso.

Os problemas com a reserva em si devem ser faladas com a entidade responsável pela mesma, pelo que tenha os contactos consigo por precaução. Caso o problema seja com o hotel, terá de apresentar a reclamação no local.

A verdade é que nem todos os países têm um livro de reclamações ou um sistema como o nosso, pelo que poderá dirigir-se ao Posto de Turismo mais próximo do município para apresentar a sua insatisfação. Se a sua viagem for dentro do espaço europeu, pode contactar o Centro Europeu do Consumidor e apresentar a sua reclamação por telefone ou online.

O período de férias pode trazer situações menos cómodas e torná-las em momentos de grande stress. Antes de seguir viagem, veja quais os seus direitos e deveres e de que forma pode apresentar uma reclamação. Assim, sabe com que ferramentas poderá contar para que qualquer problema seja solucionado da melhor maneira.

Clique aqui para saber o que fazer em outras situações e reclamar os seus direitos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.