Pense a longo prazo

Talvez tenha estado à espera do reembolso de IRS para fazer alguma despesa essencial ou uma que já estava programada. No entanto, muitas famílias não pensam a longo prazo. Na realidade, o reembolso do IRS pode mudar-nos a vida. Por exemplo, pode permitir que comece a constituir a sua poupança para emergências, evitando assim problemas no futuro.

Procure os descontos de pagamento antecipado

Uma das formas de desperdiçar dinheiro consiste em fracionar o pagamento de alguns seguros. Dizemos desperdiçar dinheiro pois as companhias de seguros cobram encargos de fracionamento, que chegam a encarece-los em quase 10%. Assim, tem sempre vantagem em fazer o seu pagamento anual, em especial do seguro automóvel. Depois, faça como se estivesse a pagar a mensalidade e transfira um valor todos os meses para a sua conta poupança, o que fará com que no próximo ano possa repetir o processo mas sem ter de recorrer ao IRS.

Acabe com aquele cartão de crédito chato

Se tem um cartão de crédito sabe que pode ser um verdadeiro cancro nas suas finanças pessoais, daí que façamos sempre a sugestão de procurar elimina-lo o mais rapidamente possível. Pode não ter liquidez para o pagar por completo, mas tudo o que amortizar implicará menos juros todos os meses. Ou seja, liberta-lhe liquidez para reforçar o seu esforço no caminho da liberdade financeira. Já agora, conheça várias dicas para mudar de vida financeira.

Reforce as suas poupanças

Se não tem créditos de curto prazo por que não aproveitar para reforçar as suas poupanças? Não fiquemos a pensar que o dinheiro não será para usar mas, mais uma vez, podemos antecipar algumas despesas. Recebemos o IRS em maio mas teremos, em breve, as despesas do regresso às aulas. Por que não destinar parte deste montante para pagar os livros dentro de uns meses?

Onde colocar o dinheiro do fundo de emergências?

O fundo de emergências tem de estar sempre disponível. Isso não significa que nos devemos contentar em aplicar o dinheiro em depósitos a prazo com taxas de juro zero. Assim, sugerimos que conheça outras alternativas, como é o caso dos seguros de capitalização e os certificados de aforro, duas alternativas sem risco e que lhe permitem taxas de retorno mais interessantes.

E porque não contribuir para maiores reembolsos no próximo ano?

Uma última ideia em relação ao reembolso do IRS acaba por permitir uma poupança de impostos no próximo ano. Por que não aproveitar parte do IRS devolvido para subscrever o seu PPR? Sabia que pode deduzir 20% do montante entregue no próximo ano? Se receber entregar €1.000 do seu IRS para um PPR irá ter uma poupança fiscal até €200 no próximo ano.

Estas e outras ideias podem fazer a diferença na melhor utilização do reembolso do seu IRS. Dito isto, a grande ideia passa por pensar a longo prazo. Não deve pensar já onde vai gastar o dinheiro porque os próximos meses serão de grandes desafios em Portugal.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.