Nesta fase em que vivemos, para garantir a segurança e a saúde de todos, este tipo de entrevista é um dos maiores aliados dos processos de recrutamento.

Numa entrevista para uma função através do telemóvel, é importante deixar uma primeira impressão positiva. Assim, conheça 10 erros comuns que os candidatos cometem durante uma entrevista telefónica:

1. Não estar preparado

Garanta que sabe quem é que o vai entrevistar e qual o tempo previsto de duração da entrevista. Além disso, uma breve pesquisa sobre a empresa irá garantir uma melhor entrevista. 

2. Não estar adequado à ocasião

Vista-se como se fosse trabalhar, desta forma poderá sentir-se e soar mais confiante e animado.

3. Não ser claro

Pode estar habituado a conversar com os seus amigos ao telemóvel, mas uma entrevista de emprego é completamente diferente. As suas respostas devem ser claras, concisas e sucintas, e deverão ser sempre percetíveis.

4. Não ter confiança

Ao iniciar uma entrevista, deverá sempre mentalizar-se de que é a pessoa certa para a função, por isso, venda-se como tal. Exponha os seus pontos fortes e demonstre as suas mais-valias.

5. Não garantir a qualidade da chamada

É importante estar num espaço calmo, sem ruído e certificar-se de que tem bateria suficiente no telemóvel, assim irá evitar distrações ou quebras no telefonema.

6. Não ouvir o entrevistador

Pode ser difícil perceber ligeiras alterações ao telemóvel, por isso deve estar ainda mais atento ao que lhe estão a perguntar, tentando decifrar e retribuir o temperamento do entrevistador. 

7. Não saber quando parar de falar

Lembre-se, se tem tendência a divagar o entrevistador será facilmente distraído por outros fatores, por isso tente ser o mais objetivo possível.    

8. Não ter notas

As entrevistas telefónicas dão-lhe a oportunidade única de ter o seu CV, a descrição da função, a pesquisa da empresa e as suas notas pessoais à sua frente. Por isso, dê o melhor uso a estes suportes.

9. Não preparar as suas respostas

Em qualquer entrevista é provável que tenha de responder a questões mais complicadas como “fale-me sobre si” e “o que acha que pode acrescentar à empresa”, por isso pense nas suas respostas antecipadamente, garantindo um discurso coerente.

10. Não perguntar qual é o próximo passo

Muitos candidatos terminam a entrevista telefónica sem saber em que posição ficam. Deve despedir-se, manifestando o seu interesse na função e perguntando qual é o próximo passo.

As recomendações são de Jessica Mendes Ferreira, consultora na empresa de recrutamento Michael Page.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.