No entanto, os pagamentos automáticos no cartão de crédito esgotam rapidamente as suas finanças sem que dê por isso. Por vezes um fornecedor continua a debitar o valor muito tempo depois de ter cancelado o serviço. Torna-se ainda mais complicado quando a empresa que cobra o valor não responde aos seus pedidos.

Desvantagens no pagamento automático de contas

1. Não há controlo imediato sobre os débitos.

2. As empresas dificultam a interrupção.

3. Gasta-se dinheiro desnecessariamente.

4. Os valores podem mudar sem que dê por isso.

5. A dívida no cartão de crédito não pára de aumentar.

Mesmo que, por vezes, seja difícil entrar em contacto com algumas empresas e cancelar o débito há mecanismos que pode accionar de forma a resolver o problema.

Como parar pagamentos automáticos

1. Cancelar o pagamento com a empresa directamente; esta é geralmente a maneira mais fácil. Basta entrar em contacto com a empresa e solicitar o cancelamento. O ideal é enviar por escrito para além de entrar em contacto telefónico.

2. Peça ao seu banco para cancelar o débito. Alguns bancos permitem que seja feito o cancelamento via homebanking. Caso tenha de se deslocar a um balcão bancário ou efectuar o contacto via telefónica não se esqueça de apontar a hora e o dia. Caso o débito aconteça em data posterior pode solicitar o reembolso.

Como ser cauteloso com os pagamentos automáticos

Os pagamentos automáticos podem ser úteis para o libertar da preocupação de pagar as contas. No entanto é preciso cautela ao activar este tipo de pagamentos.

1. Verifique a empresa: certifique-se de que a empresa é legítima e credível. Pode utilizar um método de pagamento alternativo até ter algum grau de confiança com a empresa.

2. Conheça os seus direitos: verifique em que dia é que vão ser cobrados os valores e se a empresa tem permissão para cobrar mais do que o valor estipulado. Desconfie se a empresa pressiona demasiado para activar os pagamentos automáticos.

3. Tenha cuidado com fala de saldo bancário. Por norma os fundos são retirados mas o banco cobra uma taxa extra.

4. Reveja os termos do contrato: a empresa deve fornecer uma cópia do contrato. Os termos da sua autorização devem ser estabelecidos de maneira clara e compreensível. Certifique-se que entende quanto será debitado e com que frequência.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.