Apesar de Portugal ser um país soalheiro, os meses de inverno caracterizam-se pela baixas temperaturas.

Para que este facto não a afete, deverá ter em consideração alguns aspetos que poderão fazer a diferença.

Vestir várias camadas
de roupa em vez de
uma única muito
quente é um deles. Evite, no entanto, peças
muito justas ou em
materiais que
favoreçam a
transpiração.

Minimize o tempo
que passa ao frio, use
calçado apropriado,
proteja a boca e o nariz
para impedir a entrada
de ar frio nos pulmões.
Se necessário, use
luvas, gorro e
cachecol. Evite diferenças
intensas de
temperatura, pois
desidratam a pele e
causam lesões nos
lábios, rosto e mãos.

Em casa, evite a
proximidade entre
materiais inflamáveis
e aparelhos de
aquecimento. Redobre
a atenção com as
crianças e idosos para
evitar queimaduras. Não ligue vários
aparelhos de
aquecimento em
simultâneo, para evitar
sobrecarga elétrica e
risco de incêndio.

Ao usar lenha para
aquecimento (na
lareira, braseira ou
salamandra), abra uma
janela para renovar o
ar e evitar a
concentração de
monóxido de carbono
na divisão e, assim, o
perigo de intoxicação. Se viver em zonas
afetadas por frio
prolongado e com risco
de isolamento, faça
uma reserva de água
potável, alimentos ricos
em calorias (chocolate,
frutos secos), comida
enlatada ou embalada
e/ou botijas de gás ou
lenha.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.