Fins de semana, noites entre amigos ou almoços em família são os contextos preferidos para exagerarmos à mesa. A gula dá depois lugar ao enfartamento e a dores de estômago. Geralmente, a solução passa, entre outras, pela ingestão de antiácidos cujo uso, refere o Infarmed, «deve restringir-se ao controlo sintomático (da dor), recomendando-se a sua prescrição uma a três horas após as refeições e ao deitar, ou em função das manifestações sintomáticas».

Embora os antiácidos sejam uma solução, podem ocorrer, como no caso de qualquer outro fármaco, reações adversas. «Pode verificar-se ricochete da acidez. Os sais de magnésio podem provocar diarreia, os de alumínio obstipação, o carbonato de cálcio uma ou outra», descreve o mesmo organismo. Aqui ficam outras soluções:

Náuseas

Geralmente, as náuseas e os vómitos são acompanhados de sialorreia (aumento da secreção de saliva). «Através de vários estudos realizados ao longo deste século, verificou-se que o gengibre é um antiemético eficaz, ou seja, é útil em casos de enjoo. Tome 1 a 2 g por dia (sob a forma de cápsulas). Pode optar também por beber uma chávena de chá de gengibre por dia, várias vezes ao dia», aconselha Pedro Lôbo do Vale, médico de Clínica Geral.

Azia

Também conhecida como refluxo gastroesofágico ou pirose, a azia ocorre quando parte dos sucos gástricos que contêm ácido clorídrico retrocedem em direção ao esófago. O estômago é composto por uma camada protetora, pelo que não é danificado pelo ácido, mas o mesmo não acontece com o esófago, o que provoca uma sensação de ardor. Normalmente, ocorre quando o estômago trabalha em excesso, após refeições abundantes.

Beba uma chávena de infusão de flores de camomila (frescas ou secas) a meio da manhã e outra a meio da tarde, durante várias semanas. Alivia a acidez gástrica. O alcaçuz também resolve este problema digestivo. Pode ingeri-lo dissolvido em água ou numa infusão com camomila, colocando em cada chávena de água 10 g de raiz de alcaçuz. Também pode encontrá-lo sob a forma de cápsulas.

Indigestão

Os problemas digestivos (ardor, sensação de
peso, prisão de ventre e/ou gases) podem ser muito incómodos.

Quando tiver
um ou mais destes problemas, pode ser sinal de má digestão.

Essa situação desconfortável pode
dever-se à passagem demasiado lenta dos alimentos que ingerimos ou a uma
hipersensibilidade do estômago.

Se o que precisa é de aumentar a
produção de sucos gástricos porque tem o estômago pesado ou está com
prisão de ventre, convém-lhe ingerir dente de leão e flores e frutos de
laranja amarga, tudo em decocção (ferver durante alguns minutos, e não
fazer apenas a infusão em água quente).

Se tem dores de estômago agudas ou cólicas que não a deixam
mexer-se, um calmante muito eficaz consiste em beber uma infusão de
camomila e hortelã. Depois, descanse em posição de decúbito supino
(deitada de barriga para cima, com os joelhos ligeiramente fletidos). Pode preparar um bom regulador estomacal, totalmente natural,
cozendo alguns pés de salsa durante cinco minutos (não deve beber antes
de deixar repousar durante 15 minutos).

Texto: Madalena Alçada Baptista com Pedro Lôbo do Vale (médico de clínica geral)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.