Provavelmente não vai querer mas tem de saber. Nessa água, aparentemente tão azul, há cloro, sim, mas muitas bactérias também. É normal! Assim que alguém mergulha, deixa de ser um ambiente esterilizado. Segundo um estudo divulgado pelo site WebMD, essa água contém milhões de micróbios da pele, cerca de 0,14 gramas de fezes e perto de uma chávena de urina por utilizador.

Se não resiste a piscinas, há contudo uma série de comportamentos preventivos que pode adotar:

- Frequente preferencialmente as que sabe que são sujeitas a controlo da qualidade da água durante o dia.

- Nade de boca fechada.

- Tome sempre um duche antes de entrar na água. Ao fazê-lo estará a contribuir para uma água mais limpa.

- Tome sempre um duche depois de mergulhar, livrando-se do que não interessa.

- Ensine o seu filho a adotar os comportamentos preventivos enunciados anteriormente.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.