Há inúmeros problemas de pele que afetam a auto-estima de
muitas mulheres, mas que hoje em dia podem ser disfarçados ou tratados, com os
produtos certos.

1. Rosácea

A rosácea é uma doença crónica e frequente da pele que
afecta sobretudo a face e que se caracteriza inicialmente por vermelhidão e posteriormente
por vermelhidão persistente. Em geral, a rosácea tem um longo período de
evolução. Inicialmente, pode manifestar-se como uma tendência a corar com
facilidade. Na rosácea ligeira ou moderada existe tratamentos de aplicação
directa sobre a pele (tratamento por via tópica), enquanto que nas formas
intensas, por vezes, é indispensável um tratamento sistémico que consiste em
comprimidos.

A rosácea pode ser disfarçada com a aplicação de alguma
maquilhagem como uma simples base. Para
melhores resultado misturar, ou aplicar directamente antes da base, um
corrector verde. O verde vai anular os tons vermelhos, sendo um produto
bastante eficaz para cobrir as zonas afectadas.

2. Manchas de
pigmentação

A exposição solar é um dos principais fatores de envelhecimento
precoce e cutâneo. É frequente muitas mulheres a partir dos 30 anos verem
surgir na pele algumas irregularidades de pigmentação.

Para prevenir o aparecimento de manchas ou o agravamento
destas, é necessário certos cuidados diários com a pele. A exposição solar é o
principal fator do aparecimento de manchas, por isso é fundamental que use
protetor solar UVA e UVB, com um índice elevado em casos de exposição
prolongada. A aplicação diária de um cuidado anti-manchas também se torna
fundamental, ajudando também na prevenção como no tratamento destas, ajudando a
despigmentar a zona manchada.

Existem no mercado alguns produtos de maquilhagem que
conseguem excelentes resultados na camuflagem das manchas  Na escolha dos produtos há que ter em
consideração a dimensão da mancha e o seu estado e se é muito ou pouco escura.
Em manchas ligeiras uma boa base na tonalidade certa da pele e com boa
cobertura irá fazer o trabalho por si só. Em manchas mais escurecidas já vai
sentir ter a necessidade de recorrer a um corretor com um bom poder de
cobertura.

3. Pele reativa

A pele reativa é naturalmente vulnerável às agressões
exteriores, reagindo de forma excessiva, apresentando secura cutânea, rosácea e
vermelhidão. Este cenário é mais frequente nas mulheres com pele fina, clara e
seca, e que apresentem sinais de ansiosidade e de stress. São vários os fatores
que podem despoletar a hipersensibilidade da pele desidratando-a rapidamente:
as variações de temperatura e a poluição são alguns fatores ambientais que
provocam a sensação de picada e vermelhidão; a intolerância a alguns
ingredientes e componentes de produtos, são outros fatores que também
despoletam certo este tipo de reações cutâneas. É importante um teste prévio
aos produtos para não se correr risco na hora da aplicação total. A escolha de
produtos adequados para peles sensíveis também deve ser tido em conta. Muitas
das pessoas com este tipo de pele optam por produtos farmacêuticos ou naturais,
pelo facto de não conterem componentes químicos.

4. Acne tardio

A acne não é exclusivo da adolescência e afeta muitas
mulheres em fase adulta, mesmo que durante o período da adolescência não tenham
sofrido deste mal. Enquanto que na adolescência a acne está intimamente ligada
com um descontrole hormonal em fase adulta pode surgir por inúmeras causas…

Alguns passos de cuidados diários com a pele e a escolha
correta nos produtos a aplicar, fazem toda a diferença na resolução do problema
e no melhoramento da pele a todos os níveis. Há que limpar a pele de manhã e à
noite com um produto de limpeza suave e sem sabão, hidratar a pele durante o
dia com um hidratante reparador e à noite utilizar um creme de cuidado de
tratamento e contra imperfeições. Desmaquilhar a pele devidamente e limpar à
noite é um processo importante, não só para haver uma melhor performance por
parte do hidratante como para não acumular sujidade. É igualmente importante a
utilização de maquilhagem oil free, apropriada para peles com acne tal como o
uso de produtos de rosto com esse princípio.

É importante que quem sofra de acne tardio use maquilhagem
oil free, que vai ajudar no controle da oleosidade, sem prejudicar a pele nem
provocar o aparecimento de mais borbulhas. Também nestes casos uma base com boa
cobertura irá ajudar, e muito a esconder imperfeições. Pode-se optar por
aplicar antes da base um primer que tenha como princípio deixar a pele mate,
ajudando a conter o excesso de brilho, principalmente na zona T. De seguida
deve ser sempre aplicada a base e um pó compacto no rosto todo, para ajudar na
durabilidade e também para ser usado para retocar ao longo do dia para
matificar a pele e tirar excessos de brilho.

5. Poros dilatados

Por norma as pessoas que sofrem deste mal têm pele mista a
oleosa. Isto ocorre devido ao aumento das glândulas sebáceas e da secreção de
sebo, que atinge o seu pico nas alturas de maior calor. A única forma de
combater este problema passa por uma higiene diária adequada para este tipo de
pele. Poderá não fazer desaparecer o problema, mas vai minimizá-lo bastante.
Este processo de limpeza adequada passa pela utilização de um gel de limpeza
diária, aplicação do tónico e por fim um hidratante adequado. Desta forma
torna-se possível o controle da oleosidade da pele e consequentemente a
prevenção do aparecimento de borbulhas.

A utilização de um primer antes da base vai alisar a pele,
ajudando a disfarçar as irregularidades provocadas pelos poros dilatados.

1. Creme hidratante e calmante que corrige e diminui
visivelmente a rosácea.

2. Sérum de noite anti manchas, com uma textura ligeira,
para o cuidado da pele sensível com manchas de pigmentação. 

3. Fluido de limpeza facial que acalma e controla a
reatividade das peles sensíveis. 

4. Gel de limpeza para pele e corpo indicado para pele com
acne. 

5. Loção de pele que purifica e ajuda a minimizar a
aparência dos poros. 

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.