É uma afecção sem sintomas que faz subir a pressão dentro das artérias e aumenta o risco de ocorrência de um AVC, uma insuficiência cardíaca, um enfarte do miocárdio ou lesões nos rins.

A obesidade, a vida sedentária, o stress, o consumo excessivo de álcool ou de sal são os principais factores de risco. As doenças renais, as mudanças hormonais e o uso de contraceptivos orais, por outro lado, também podem elevar a tensão.

Sintomas

É conhecida como o assassino silencioso porque não causa sintomas durante muitos anos até que estes se manifestam sob a forma de lesão num órgão vital.

Tratamento

Para além do uso de medicamentos, é necessário reduzir o peso, controlar a dieta em pessoas com diabetes ou colesterol alto, restringir a ingestão de sal e álcool e fazer exercício físico.

Como prevenir

1. Antes de começar a tomar medicamentos para controlar a tensão, é recomendável reduzir o excesso de peso, deixar de fumar, controlar o consumo de álcool e sal e fazer exercício aeróbio de moderada  intensidade.

2. Meça a tensão regularmente. Quando um quadro de tensão arterial elevada não é tratado, aumenta o risco de desenvolver uma insuficiência cardíaca ou renal, um enfarte do miocárdio ou um AVC.

3. A tensão arterial óptima situa-se abaixo de 120/80 mm Hg (12 de máxima, 8 de mínima).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.