Mesmo quando usamos protecção solar
adequada e evitamos as horas de maior intensidade
dos raios ultravioleta, ocorrem reacções
do sistema imunitário a substâncias fotossensíveis
que podem ref lectir-se na pele.

Manchas, irritação cutânea, vermelhidão,
lesões pruriginosas e, muitas vezes, eczemas que
surjam após a exposição solar «têm que ser tratados
por um dermatologista, obrigam a suspender
o produto suspeito e a fazer provas epicutâneas
de contacto, mais concretamente, fotopatch
testes, isto é, testes cutâneos com exposição a
ultravioletas para determinar o padrão da reacção
cutânea», conta Fernando Guerra, dermatologista.

A acção dos cosméticos

De acordo com Fernando Guerra, os produtos
que contêm essências de «perfumes, especialmente
bergamota assim como musk ambrette
(retirado do rato almíscarado) são fotossensíveis
e podem provocar nos indivíduos que os usam,
com exposição ao sol, reacções mais ou menos
graves».

Embora nem todas as pessoas reajam da mesma forma aos agentes fotossensíveis e os
protectores solares nos protejam da acção nociva
dos raios ultravioleta, «nos protectores solares
químicos são usadas substâncias como o PABA
(ácido para-aminobenzóico) e as oxibenzonas
que podem ser fotoalérgicos e também perfumes» que, em certos casos, provocam reacções
anormais.

O papel dos fármacos

«Os medicamentos mais usados na Dermatologia
em toma oral, as tetraciclinas e derivados
(Minociclina e Doxiciclina), antibióticos usados
na acne, podem desencadear reacções de fotossensibilidade
que se traduzem por rashes cutâneos
e mesmo onicólise (descolamento das unhas)
depois da exposição solar.

A Isotretinoína, derivado
da Vitamina A, é também usada para tratar
a acne e provoca reacções de fotoalergia, isto é,
todos os que a tomarem têm sensibilidade exagerada
com intolerância ao sol, pelo que devem
evitar expor-se e usar diariamente um protector
solar alto», aconselha o dermatologista. Se tiver
de iniciar um tratamento dermatológico, o ideal
é realizá-lo no Inverno.


Esteja atenta

Plantas que podem causar
fotossensibilidade:

  • Aipo
  • Cenoura silvestre
  • Erva de São João
  • Figo
  • Funcho
  • Salsa
  • Plantas de citrinos
  • Manga (seiva
    da casca)


Veja na página seguinte: Como se proteger

Defenda-se

Ao contactar com plantas
e frutos que, em combinação
com os raios solares, podem
provocar reacções cutâneas, tenha o cuidado
de lavar bem a pele.

Realize tratamentos dermatológicos
para a acne preferencialmente
no Inverno.

Evite aplicar perfume
directamente na pele. Se a sua pele tem tendência
para manchar, opte por
linhas de cosméticos sem
perfume.

Antibióticos, diuréticos,
antifúngicos, antidepressivos
e pílulas podem provocar
fotossensibilidade. Informe-se junto do seu médico. Aconselhe-se também junto do seu
dermatologista, nomeadamente
sobre o protector solar
mais indicado para a sua pele.

Texto: Paula Alberty com Fernando Guerra (dermatologista)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.