A mamoplastia de aumento é a cirurgia estética mais realizada em todo o mundo e muita é a informação disponível nos diversos meios de comunicação. As dúvidas surgem na hora de escolher os implantes, uma vez que existem diversos modelos, distintos tamanhos e formatos.

Mas já conhecia os implantes mais leves do mundo? Chamam-se B-Lite e têm como principal característica o facto de serem até 30% mais leves do que as próteses convencionais. Esta particularidade reduz a tensão gravitacional do tecido mamário permitindo resultados mais duradouros e menor índice de complicações a médio-longo prazo.

Labioplastia: a cirurgia que trata a hipertrofia dos lábios vaginais
Labioplastia: a cirurgia que trata a hipertrofia dos lábios vaginais
Ver artigo

Os implantes B-Lite foram desenvolvidos por uma equipa de cirurgiões plásticos, químicos, biólogos, cientistas e engenheiros que colaboraram para revolucionar a experiência da mamoplastia de aumento. Apesar de relativamente recentes, estas próteses já são utilizadas em diversos países com elevada aceitação e resultados comprovados. São clinicamente comprovados e proporcionam resistência, um toque natural e o tamanho certo sem a carga de peso adicional.

De que são feitas estas próteses?

Todos os implantes mamários são compostos por um revestimento e um enchimento. O enchimento dos implantes convencionais é o gel de silicone coesivo ou uma solução salina (água e sal). A inovação dos implantes B-Lite é a combinação única de materiais que, além do gel de silicone coesivo, possui as microesferas de boro silicato inerte, ocas e de elevada pureza, frequentemente usadas pela NASA como uma solução de preenchimento leve, mas de elevada resistência. As microesferas são utilizadas numa ampla variedade de aplicações, são biocompatíveis com o corpo humano e são usadas em dispositivos médicos e cosméticos.

Nestes implantes, as microesferas integram-se com o gel coesivo e a sua fixação ao gel permanece intacta mesmo no improvável caso de rutura do implante. E mesmo que o revestimento seja comprometido, o gel não migra para outros tecidos e não provoca problemas à mulher.

As múltiplas propriedades do ginseng explicadas por um médico
As múltiplas propriedades do ginseng explicadas por um médico
Ver artigo

A mama é um órgão instável, sem apoio e dinâmico, submetida a tensões e picos internos e externos consideráveis ao longo da vida (gravidez, lactação, alterações de peso, exercício físico, etc.). Com uma prótese mais leve, os tecidos do peito ficam submetidos a menos stresse, o que contribui para que os tecidos mamários sofram menos com o peso e, consequentemente, ocorra menor grau de flacidez e descaimento.

As mulheres que sofrem de problemas e dores nas costas também pode beneficiar destes implantes devido a um menor peso sobre a caixa torácica. Apesar de inovadores e de tecnologia mais avançada, não há necessidade de técnicas cirúrgicas especiais, não existindo por isso nenhuma diferença entre uma mamoplastia de aumento com implantes convencionais ou com as novas próteses disponíveis no mercado. O mesmo se aplica aos cuidados pré e pós-operatórios, que são exatamente os mesmos independentemente dos implantes utilizados.

As explicações são da médica Luísa Magalhães Ramos, especialista em Cirurgia Plástica e Reconstrutiva e Estética.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.