As alergias respiratórias podem ser altamente irritativas e bastante prejudiciais. A maioria é causada por alergenos e provocam sintomas como tosse, corrimento nasal, espirros e olhos vermelhos e inchados. Preveni-las é fundamental. Para isso, basta adotar os hábitos certos no seu dia a dia. O médico imunoalergologista Mário Morais de Almeida, ex- presidente da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica, partilha connosco os seus segredos, revelando os truques a que recorre. Inspire-se no(s) seu(s) exemplo(s).

Organização do dia a dia

Habitue-se a planificar algumas tarefas para não se sentir muito ansioso nos momentos de maior incidência das alergias. "Eu planeio a minha vida dentro do que é razoável, definindo tempos para o trabalho, para a diversão, para o estudo e, é fundamental, também para não fazer nada. Previno a ansiedade, evito o stresse, permito que as influências neuro-imuno-endócrinas só se sintam pela positiva. Isto de ser alérgico não é fácil nos tempos que correm", desabafa o médico.

Medicação

É uma das formas de combater o problema. "Sou disciplinado na toma da minha medicação, que faço cronicamente para contrariar as minhas alergias respiratórias, também elas crónicas. Efeitos secundários nada, efeitos benéficos imensos. Eu confio na medicina e ela trata-me muito bem. Uso inaladores e faço-o da maneira correta que me foi ensinada. Não se esqueça que a asma trata-se com inaladores e não com bombas", adverte o especialista.

Alimentação

Também aqui há regras a seguir. "Tomo o pequeno-almoço em casa, enquanto desenho, mentalmente, o dia que vou estrear. Sigo a dieta mediterrânica sempre, a dieta tradicional portuguesa, sem excessos, com produtos frescos, azeite, legumes e fruta. Esta é uma das medidas preventivas ao nosso alcance para diminuir a inflamação alérgica e para, assim, sentir menos o seu efeito. E até para precisar de menos medicação", adverte Mário Morais de Almeida.

Exercício físico

É outro dos pilares. "Podia e devia fazer mais, devo confessar. E posso fazê-lo pois tenho a minha alergia controlada. Muitos alérgicos, nomeadamente asmáticos, não podem dizer o mesmo. Esta é mais uma das vantagens de seguir as recomendações de um alergologista", refere. "O contacto com o mar também não se pode dispensar. Conseguir ter ar puro, sem ácaros ou pólenes, fazer atividade física e ter tranquilidade para a mente é um deleite para os sentidos", garante o especialista.

Sono

Muitas vezes menosprezado, o descanso noturno é essencial. "É importante dormir as horas suficientes, que no meu caso até não precisam de ser muitas. É ainda essencial um ambiente tranquilo e ter pouca tralha em toda a casa, porque os ácaros e os fungos são um perigo para a saúde", avisa. "Recomendo ainda uma leitura ligeira e um respirar tranquilo", aconselha o coordenador do Centro de Imunoalergologia do Hospital CUF Descobertas, em Lisboa, cargo que desempenha desde 2008.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.