A goiaba é rica em vitamina B e C e tem
elevado teor em açúcares, ferro e cálcio.

Na indústria doceira, é muito usada em goiabada, em
xaropes, em gelados e em geleia, mas recomenda-se a sua ingestão em sumos
e como fruto fresco.

A nível medicinal,
a fruta é laxativa e as folhas e cascas
da goiabeira são utilizadas em infusões
contra a diarreia.

O fruto chamado
goiaba é uma baga com 25-100 mm de
comprimento, piriforme ou oval, com
polpa perfumada, rosada, vermelha ou
branca. A casca é amarelo-esverdeada.
Tem sabor, aroma e perfume muito
característico e intenso. Em Inglaterra, é chamada fruta
da geleia, porque é muito consumida
nessa forma.

As flores
brancas, surgem nos ramos novos no
Verão, podem ser numerosas, isoladas
ou em pequenos grupos, colocadas nas
axilas dos ramos. A sua polinização é fácil,
pois as flores abrem-se por completo
para a visita dos insectos que são muito
atraídos. É preciso apenas uma árvore
para ter frutos.

Condições ambientais

A goiabeira necessita de um tipo de clima tropical, subtropical e
ou temperado Mediterrânico, como é o caso de Portugal. Pode ser pouco exigente em solos mas
prefere terrenos permeáveis mais arenosos,
profundos e férteis. Os solos de textura
média são os melhores para esta cultura.

Texto: Pedro Rau (engenheiro hortofrutícola)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.