O método Pilates trabalha o corpo de forma a obter resistência, flexibilidade e controlo postural.

É uma técnica que foi desenvolvida há mais de 70 anos pelo atleta alemão Joseph pilates e consiste num sistema de exercícios direccionados para a melhoria da flexibilidade e da força de todo o corpo, sem aumentar o seu volume.

Para além disso, serve para a recuperação de lesões e os seus benefícios alcançam também a mente, que se vê favorecida pela respiração e concentração nos movimentos.

Como se pratica

Através de movimentos e exercícios que reforçam a zona pélvica, abdominal e lombar, e controlando a respiração.

Há quatro tipos de exercícios, mat (no chão), studio (em aparelhos e objectos como cadeiras), allegro (no qual se trabalha em máquinas com bandas elásticas) e reabilitação, que alivia lesões e doenças como a artrite.

Que benefícios tem

Fisicamente, melhora a flexibilidade, fortalece as articulações, acelera a recuperação após uma lesão e melhora a osteoporose e a escoliose (desvio da coluna). Alonga os músculos rígidos e reforça os que estão débeis. Previne as dores nas costas. Mentalmente, conduz a um controlo interior que melhora a performance corporal e intelectual. Reduz a ansiedade e ajuda a controlar o stress.

É bom para todos

Pode ser praticado por pessoas saudáveis
de qualquer idade que desejem melhorar a forma física e tonificar os
músculos, assim como por aquelas que precisam de corrigir lesões, dores
nas costas e prevenir a perda de densidade e força ósseas.

Entre
os 25 e os 50 anos de idade ainda se está a tempo de corrigir os maus
hábitos posturais provocados pela vida sedentária ou por actividades
repetitivas. A partir da quinta década de vida, o corpo vê reduzida a
sua capacidade nas distintas funções diárias.

A prática de pilates previne, em grande medida, muitas das alterações que ocorrem com
a idade, como a perda de massa dos ossos e músculos ou a instabilidade
das articulações. Este método também ajuda a pessoa a sentir-se mais
activa mental e fisicamente. No caso das grávidas, esta técnica
ajuda a corrigir a mudança postural e as descompensações corporais que
ocorrem na mulher durante a gestação. Para além disso, é recomendada
para recuperar a boa forma depois do parto.

Quando fazê-lo

As sessões efectuam-se em posição inclinada, sentada, de joelhos ou
deitada. Os movimentos são lentos e suaves, e requerem uma concentração
parecida com a do yoga.

O melhor é praticá-lo à tarde, quando o
corpo já não está rígido, se for possível, sempre à mesma hora e sem o
estômago cheio, durante 45 a 60 minutos e não mais de três sessões por
semana.

Pilates júnior

A prática de pilates é benéfica desde a infância. Promove uma maior consciência da própria concepção corporal e favorece a correcção dos maus hábitos posturais.

Graças à combinação equilibrada de exercício e respiração, beneficia a formação óssea e aumenta a musculatura de forma proporcional, evitando desequilíbrios musculares que podem causar lesões no futuro.

Para além disso, as crianças que praticam pilates melhoram o desempenho desportivo, aproximam-se da prática de exercício físico e distanciam-se do risco de obesidade infantil.

Onde fazer

Holmes Place
Ginásios de Norte a Sul do país
Para saber qual o centro mais perto de si, visite o site www.holmesplace.pt

Viva Fit
Ginásios de Norte a Sul do país
Para saber qual o centro mais perto de si, visite o site www.vivafit.pt

Estúdio Pilates Filipa Mayer
Lisboa
Telefone: 213 975 991
Internet: www.estudiopilates.net

Estúdio Pilates Rita Moura
Porto
Telefone: 226 182 046
Internet: www.pilatesritamoura.pt

Texto: Madalena Alçada Baptista

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.