As águas podem ser classificadas em: Água mineral natural - a água de circulação subterrânea, considerada bacteriologicamente própria, com características físico-químicas estáveis na origem, dentro da gama de flutuações naturais, de que podem eventualmente resultar efeitos favoráveis à saúde e que se distingue da água de beber comum:

  • Pela sua pureza original

  • Pela sua composição específica, caracterizada pelo teor de substâncias minerais, oligoelementos ou outros constituintes.

Água mineral natural efervescente - a água que liberta espontaneamente e de forma perceptível gás carbónico nas condições normais de temperatura e de pressão, quer na origem quer após engarrafamento, repartindo-se em três categorias:

i) Água mineral natural gasosa - a água cujo teor em gás carbónico proveniente do aquífero após decantação eventual e engarrafamento é o mesmo que à saída da captação, tendo em conta, se for caso disso, a reincorporação de uma quantidade de gás proveniente do mesmo aquífero equivalente ao de gás libertado durante estas operações e sob reserva das tolerâncias técnicas usuais;

ii) Água mineral natural reforçada com gás carbónico natural - a água cujo teor em gás carbónico proveniente do mesmo aquífero, após decantação eventual e engarrafamento, é superior ao verificado à saída da captação;

iii) Água mineral natural gaseificada - a água que foi objecto de uma adição de gás carbónico de outra origem que não seja o aquífero donde esta água provém;

Água de nascente - a água subterrânea, considerada bacteriologicamente própria, com características físico-químicas que a tornam adequada para consumo humano no seu estado natural.

Outras águas destinadas ao consumo humano – ao contrário das águas minerais naturais e das águas de nascente, nestas não é necessário proceder à identificação da captação, não requerem um estado natural e pureza original, não têm de ser de circulação subterrânea, não têm de ser embaladas no local de captação e podem ser sujeitas a tratamentos químicos, sendo permitido o uso de alguns aditivos.

É de referir que não é possível encontrar duas águas iguais. Contudo, algumas assemelham-se entre si no seu teor total de sais minerais, o que permite o seu agrupamento em quatro grandes tipos:

  • Muito pouco mineralizadas ou hipossalinas – quando o total de sais dissolvidos, expresso em resíduo fixo, não ultrapassa os 50mg/L.

  • Fracamente mineralizadas ou pouco mineralizadas – quando a mineralização total se situa entre 50 a 100mg/L.
  • Mesossalinas – a mineralização total situa-se entre 500 a 1500mg/L.
  • Ricas em sais minerais ou hipersalinas – quando a mineralização total é superior a 1500mg/L.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.