O Centro de Investigação
em Cardiologia da Universidade
de Medicina de Connecticut,
nos Estados Unidos da América, concluiu
que as beringelas, tanto cruas
como assadas, têm uma ação
cardioprotetora, aumentando
a função do ventrículo esquerdo
e reduzindo a tendência e a propensão para
o enfarte do miocárdio.

Estas contém vários fenóis e flavonoides com ação antioxidante
e hepatoprotetora.

Os seus alcaloides têm uma ação redutora do
colesterol elevado, da pressão arterial e da aterosclerose. É rica em
proteínas, vitaminas e minerais como fósforo, potássio, ferro e magnésio.
Destaque para as vitaminas A e C e para o polifenol nasunina com ação
cardioprotetora e tónica do miocárdio. Cada 100 g de beringela contêm
apenas 24 calorias, o que a torna um alimento de eleição em regimes de
emagrecimento. A beringela pode ser consumida como alimento, em xarope (duas a quatro colheres por dia) ou comprimidos (1 a 2 g por dia).

Principais indicações

São vários os benefícios deste alimento:

- É um ótimo auxiliar no tratamento coadjuvante do colesterol, devendo ser conjugada com
limão ou pera abacate.

- Aumenta a eliminação de gorduras e reduz o seu armazenamento no
organismo sendo, por isso, muito utilizada na diminuição de peso.

- É muito útil no caso de doenças reumáticas, como gota e reumatismo,
para eliminar o excesso de acidez e toxinas no sangue.

- Evita a retenção de líquidos e melhora o trânsito intestinal.

Sumo para baixar o colesterol

Junte a polpa de uma beringela a uma pera abacate e ao sumo de um limão.
Adicione um pouco de água e bata tudo na liquidificadora até
ficar bem líquido. Beba de manhã, em jejum, e 15 a 20 minutos
antes do jantar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.