Segundo Joaquim Agostinho, profissional de saúde, em declarações emitidas pela rádio pública angolana, a população faz uso de água parada de uma lagoa, o que tem provocado a doença.

“Estamos a ver que a água está turva, já visitámos muitas vezes a lagoa do rio Calonga e outras áreas onde também há água parada”, referiu Joaquim Agostinho, salientando que as crianças são as mais afetadas pela doença.

A mesma fonte adiantou que já foram disponibilizados alguns medicamentos para tratar a água, para beber e para o banho.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.