Segundo os organizadores da iniciativa, os rastreios serão acompanhados por animação cultural, com pequenas atuações de atores que fazem a prevenção da sua saúde vocal na Unidade de Voz do Hospital Egas Moniz.

“É crucial para a saúde vocal dos portugueses que as pessoas, regularmente, façam um exame às suas cordas vocais. É isso que permite fazer o diagnóstico precoce de várias doenças, entre as quais o cancro da laringe”, explica, em comunicado, a médica cirurgiã Clara Capucho, coordenadora da Unidade do Egas Moniz e que acompanha há anos os artistas cooperadores da Fundação Gestão dos Direitos dos Artistas.

Leia também: 10 cuidados diários a ter com a voz

As comemorações do Dia Mundial da Voz vão ainda contar com um espetáculo no Teatro Ibérico, em Lisboa, na sexta-feira à noite, e que pretende celebrar “A voz no espaço da representação”. O espetáculo, conduzido pelo tenor Luís Madureira, contará com a participação de artistas como os cantores Miguel Gameiro, Miguel Ângelo, Nuno Guerreiro, Paulo de Carvalho e Agir, Emanuel, Olavo Bilac, Anjos, Gonçalo Tavares, o tenor Jorge Baptista da Silva e a soprano Ana Madalena Moreira, ou atriz Eunice Munhoz.

Antes do espetáculo vai ser assinado um protocolo entre os serviços sociais da Câmara de Lisboa e a Fundação Gestão dos Direitos dos Artistas para permitir aos artistas acederem a consultas de voz, com laringoscopia incluída, a preços comparticipados pela Fundação.

A receita do evento reverterá a favor da Liga dos Amigos do Hospital Egas Moniz, que a promete aplicar na vinda a Portugal de Jean-Paul Marie, cirurgião francês e um dos poucos no mundo que faz a re-enervação de cordas vocais.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.