Os técnicos do INEM - Instituto Nacional de Emergência Médica há muito que reclamavam pela falta de conclusão da carreira que estava a ser negociada com o Ministério da Saúde e que motivou greves e ações de protesto por parte destes trabalhadores.

Ainda na anterior legislatura, chegou a haver um compromisso por parte do Ministério da Saúde para a revisão e negociação da carreira, que acabou por não se concretizar.

Esta sexta-feira foi promulgado um decreto-lei que “procede à revisão da carreira de técnico de ambulância de emergência do Instituto Nacional de Emergência Médica, e cria o regime da carreira especial de técnico de emergência pré-hospitalar”.

A decisão do Presidente da República é justificada com “a relevância da matéria, a garantia de que a criação da nova carreira não tem custos adicionais e o pressuposto da audição das entidades interessadas”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.