O desenho, a preto e branco, com o título "Game Changer", foi vendido num leilão em Londres por 16,758 milhões de libras (23,1 milhões de dólares).

A obra, que estava avaliada inicialmente entre 2,5 e 3,5 milhões de libras, foi vendida pela Christie's por quase cinco vezes o preço, superando o recorde anterior de Banksy, de 9,9 milhões de libras por "Devolved Parliament".

"Game Changer" mostra um menino que atirou os bonecos do Batman e Superman ao lixo e brinca com uma boneca de enfermeira que usa máscara e capa.

Banksy doou a obra ao Hospital Geral de Southampton, sul da Inglaterra, em maio de 2020, durante a primeira onda da pandemia de COVID-19.

O artista enigmático, que no início da carreira integrava o grupo de grafitters de Bristol, deixou um bilhete ao lado da pintura com um agradecimento aos funcionários do hospital pelo seu trabalho na luta contra o coronavírus.

"Obrigado por tudo o que estão a fazer. Espero que alegre um pouco o lugar, mesmo que seja apenas a preto e branco", escreveu.

O dinheiro arrecadado será destinado a organizações beneficentes de saúde pública britânica e o Hospital Geral de Southampton ficará com uma reprodução da obra de arte.

Em umcomunicado, a Christie's afirma que a obra desvia-se do estilo irreverente habitual de Banksy e representa "uma homenagem pessoal aos que continuam a mudar o rumo da pandemia".

"Como obra de arte, no entanto, continuará a ser para sempre um símbolo do seu tempo: uma recordação dos que verdadeiramente mudam as regras do jogo no mundo e do trabalho vital que realizam", destacou.

Também pode ter um tom político porque a obra foi doada pouco depois da declaração do primeiro-ministro Boris Johnson de que os testes de anticorpos poderiam representar uma "mudança no jogo" na pandemia. Os especialistas descartaram a possibilidade rapidamente.

Banksy, que mantém sua identidade em sigilo, continuou a criar obras durante a pandemia. Em julho de 2020, pintou uma série de ratos incentivando as pessoas a usarem máscaras no metro de Londres.

Em dezembro, desenhou uma obra que retrata uma mulher a espirrar.

A epidemia de COVID-19 provocou mais de 126.000 mortes no Reino Unido, o balanço mais grave da Europa.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.