Portugal regista o sétimo caso de infeção pelo vírus Zika, segundo a última atualização da Direção-Geral de Saúde divulgada esta segunda-feira.

"A Direção-Geral da Saúde informa que recebeu notificação do sétimo caso importado de Doença por vírus Zika com confirmação laboratorial realizada pelo Instituto Ricardo Jorge", avança o organismo numa nota.

Trata-se de "uma cidadã que regressou do Brasil", acrescenta. Não há notificação de casos autóctones no continente europeu.

Os restantes seis casos confirmados em laboratório referem-se a "viajantes regressados da América Latina".

A DGS informa que a infeção pelo vírus Zika acontece por picada de mosquito do género Aedes Aegypti que desde há muito não existe em território continental português.

Leia também: 10 cuidados básicos ao viajar para países com Zika

Leia também: A microcefalia faz parte da vida deles há 14 anos

A Organização Mundial de Saúde prevê uma propagação "explosiva" no continente americano, com entre três e quatro milhões de casos este ano.

No Brasil, há já 1,5 milhões de casos registados. Está a ser investigada a possível associação entre a infeção por vírus Zika e a microcefalia diagnosticada em fetos e recém-nascidos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.