Os casos de infeção diagnosticados são agora 7.383.140, em 196 países e territórios, dos quais 3.279.900 foram dados como curados.

Contudo, a AFP adverte que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do total real de infeções, já que alguns países estão a testar apenas casos graves, e outros usam o teste como uma prioridade para rastreamento, e muitos países pobres têm apenas capacidade limitada de rastreamento.

Os Estados Unidos, que registaram a primeira morte ligada ao coronavírus no início de fevereiro, são o país mais afetado em termos de número de mortes e casos, com 112.924 e 2.000.464, respetivamente. Pelo menos 533.504 pessoas foram declaradas curadas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Reino Unido, com 41.128 mortes em 290.143 casos, Brasil com 39.680 mortes (772.416 casos), Itália com 34.114 mortes (235.763 casos) e França com 29.319 mortes (191.939 casos).

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau), onde a epidemia começou no final de dezembro, contabilizou 83.057 casos (onze novos entre quarta-feira e hoje), incluindo 4.634 mortes (zero novos) e 78.361 curados.

A Europa totalizou 185.886 mortes e 2.336.040 casos, Estados Unidos e Canadá 120.932 mortes (2.097.529 casos), América Latina e Caraíbas 71.915 mortes (1.465.158 casos), Ásia 20.798 mortes (752.547 casos), Médio Oriente 11.046 mortes (512.680 casos), África 5.635 mortes (210.519 casos) e Oceânia 131 mortes (8.667 casos).

Esta avaliação foi realizada com dados recolhidos pela AFP junto de autoridades de saúde e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A AFP avisa que devido a correções pelas autoridades ou a publicação tardia dos dados, os valores de aumento de 24 horas podem não corresponder exatamente aos publicados no dia anterior.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.