- 1.011 mortos -

O balanço da epidemia na China continental aponta para 1.016 mortos. Segundo o último relatório diário, mais de 42.200 pessoas foram infetadas na China continental. Fora da China, incluindo as regiões autónomas de Macau e Hong Kong, mais de 400 casos de contaminação foram confirmados em cerca de 30 países e territórios.

O presidente chinês, Xi Jinping, pediu "uma ação mais forte e decisiva para deter resolutamente o momento do contágio".

As duas principais autoridades de saúde de Hubei foram demitidas. As autoridades locais foram criticadas por adiar a resposta à epidemia e até mesmo por repreender os denunciantes por "espalhar boatos".

Veja em baixo o mapa interativo com os casos de coronavírus confirmados até agora

Se não conseguir ver o mapa desenvolvido pela Universidade Johns Hopkins, siga para este link.

- Transmissões fora da China -

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou para o risco de transmissão da doença por pessoas que nunca viajaram para este país. Assim, um britânico contaminado pelo coronavírus em Singapura transmitiu a doença a vários compatriotas durante uma estadia em França, antes de ser diagnosticado no Reino Unido.

"A deteção desse pequeno número de casos pode ser a fagulha que acabará por provocar um incêndio maior", alertou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Uma missão internacional de especialistas da OMS chegou à China para estudar a origem do novo coronavírus e os seus efeitos.

A organização convocou para esta terça e quarta-feira, em Genebra, uma reunião de especialistas para fazer um balanço da pesquisa e do desenvolvimento de vacinas e tratamentos.

Na abertura da conferência, o diretor-geral da OMS disse que o novo coronavírus representa uma "ameaça muito séria", embora 99% dos casos estejam na China.

- Cruzeiro japonês: mais 65 casos -

Mais 65 outras pessoas a bordo do navio de cruzeiro Diamond Princess, em quarentena perto de Yokohama (Japão), testaram positivo, elevando para cerca de 135 o número total de pessoas infetadas na embarcação. A bordo, há cerca de 3.700 passageiros e membros da tripulação.

Os passageiros foram instruídos a permanecerem nas suas cabines o máximo de tempo possível, a usarem máscaras de proteção ao sair e receberam termómetros para ontrolar a sua temperatura.

- Salão de telecomunicações com enormes baixas -

Depois da LG sul-coreana e da Ericsson sueca na semana passada, a Amazon americana e a japonesa Sony e NTT DoCoMo cancelaram a sua participação no salão de telefonia móvel de Barcelona, por medo do coronavírus.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.