O material médico-hospitalar para criar o gabinete oftalmológico em Caió, região de Cacheu, faz parte de um contentor com 12 toneladas de ajuda humanitária destinada à população guineense que partiu esta semana de Portugal.

A ajuda resulta de várias campanhas de angariação realizadas em Portugal.

No contentor seguem arroz, massas, enlatados e outros alimentos destinados ao Orfanato Betel, bem como equipamentos de cozinha, manuais escolares, material didático, roupa, sapatos, atoalhados, livros, mobiliário escolar e brinquedos para as mais de 500 crianças das Creches de Djoló, de Varela e do Quelelé.

O funcionamento destas creches é cofinanciado pela Afectos com Letras, que assegura ainda o pagamento dos professores em duas delas e o fornecimento de material escolar.

O contentor irá ser distribuído por altura da Páscoa por voluntários da organização que irão ainda proceder à conclusão da construção de uma cozinha no Orfanato Betel que acolhe 39 crianças, em Bissau.

Este é o sexto contentor com material e equipamentos que a Afectos com Letras envia para a Guiné-Bissau com o objetivo de serem doados à população mais necessitada por voluntários que, suportando as sus próprias despesas, viajam até àquele país africano em missões solidárias.

A organização não-governamental para o desenvolvimento (ONGD) Afectos com Letras - Associação para o Desenvolvimento pela Formação, Saúde e Educação, tem sede em Pombal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.