29 de janeiro de 2013 - 12h05
A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) advertiu esta terça-feira para a possibilidade de ocorrerem novos focos de gripe das aves, caso a vigilância e o controlo da doença não sejam reforçados em todo o mundo.
"A continuidade da crise económica mundial compromete o dinheiro disponível para a prevenção da gripe das aves do tipo H5N1 ou outras de origem animal", adverte Juan Lubroth, diretor da FAO, em comunicado.
Segundo a nota, a FAO pede uma vigilância apertada, já que o vírus H5N1 está presente em grandes áreas da Ásia e Médio Oriente, onde a doença é endémica.
O vírus pode propagar-se facilmente a nível mundial, como aconteceu em 2006, ano em que 63 países foram afetados.
Entre 2003 e 2011, mais de 400 milhões de frangos e outras aves morreram ou foram abatidos em consequência da doença, o que representou perdas na ordem dos 15 mil milhões de euros em todo o mundo.  
SAPO Saúde com AFP

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.