Willy, como é conhecido entre os amigos e família, acredita que o volume anormal tenha sido causado por um acidente de trabalho em 2013, quando mergulhou a mais de 35 metros de profundidade  à pesca do mexilhão. Segundo relata a BBC, o mergulhador tinha passado muitas horas debaixo de água e, quando isto acontece, é preciso recorrer a uma subida em etapaspara adaptar o corpo à pressão.

Os 10 desportos que queimam mais calorias
Os 10 desportos que queimam mais calorias
Ver artigo

Na altura da subida à superfície, Willy percebeu que a mangueira que lhe dava oxigénio estava rota e a única solução foi subir mais de 30 metros sem passar pelas devidas etapas.

O ar é composto em 78% por um gás que o corpo humano não usa: o nitrogénio. A pressão no fundo do mar faz com que esse gás se dissolva e se abrigue no tecido adiposo. Mas, ao regressar à superfície, o nitrogénio volta a entrar no sistema sanguíneo, no seu estado gasoso. Por isso, um mergulhador deve subir em etapas. Uma subida rápida pode gerar bolhas de nitrogénio grandes, que podem obstruir a circulação sanguínea e gerar a síndrome de descompressão.

Inchado como uma batata

No dia seguinte, Willy foi levado para o hospital "inchado como uma batata". Dos cotovelos para baixo, os seus braços têm o formato normal de qualquer outra pessoa. Mas os seus bíceps, com mais de 70 centímetros circunferência, atraem a curiosidade alheia e deixam Willy com vergonha de sair à rua.

22 doenças muito estranhas
22 doenças muito estranhas
Ver artigo

"Durante três anos, várias pessoas diziam-me que eu me tinha tornado um monstro, que estava deformado. Fiquei deprimido. As pessoas chamavam-me nomes, sentem pena...", recorda.

Os médicos locais não encontraram uma explicação para o volume anormal do corpo de Alejandro Ramos e os exames eram inconclusivos.

Só depois de participar em um programa de televisão é que o mergulhador conseguiu um tratamento gratuito no Centro Médico Naval, em Lima, onde está hospedado desde dezembro, altura em que a Marinha decidiu estudar o caso. Na unidade de saúde, Willy fez vários exames e, segundo escreve a BBC, a causa das deformações do corpo está associada à gordura que se desenvolveu na hipoderme do mergulhador.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.