O estômago produz demasiada levedura, transformando os hidratos de carbono em álcool. O jovem conta, citado pelo jornal The Mirror, que vivia transtornado com o problema, porque sofria de fortes dores de cabeça e de estômago praticamente todos os dias.

"Comia hidratos de carbono [por exemplo, batatas] e de repente ficava torpe. Durante um ano acordei todos os dias a vomitar", contou à britânica BBC.

Os amigos e familiares começaram a suspeitar que Nick tinha problemas com o álcool. A mulher começou a investigar e a procurar garrafas vazias pela casa. Em vão. "Estávamos a ver televisão e poucas horas depois ele começava a ficar confuso e a vomitar. E tinha um hálito estranho, como se tivesse bebido", relatou a mulher à ABC News.

Seguiu-se uma fase de intensos exames médicos e Nick Hess foi submetido a três colonoscopias e três endoscopias. O diagnóstico correto só achegou no dia em que o britânico ingeriu uma refeição cheia de hidratos de carbono.

As análises revelaram que Nick apresentava um nível de álcool muito elevado, de 1,2 gramas por litro de sangue. Foi então que os médicos lhe disseram que sofria da síndrome da auto-cervejaria.

Nick está agora a realizar um tratamento. Para além de medicação, cumpre uma dieta baixa em hidratos de carbono.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.