No dia que comemora o 10.º aniversário, a Associação Portuguesa de Pessoas com DPOC e outras Doenças Respiratórias Crónicas (Respira) defende “a implementação e igualdade de acesso aos centros de reabilitação respiratória” em Portugal. A Reabilitação Respiratória é um programa que tem como objetivo promover, através de diversas estratégias realizadas por equipas multidisciplinares, estilos de vida saudáveis.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Respira, José Albino, salientou a importância desta técnica para “a melhoria da capacidade respiratória e qualidade de vida dos doentes”, além da redução de sintomas e exacerbações da doença. Contudo, lamentou José Albino, são ainda “muito poucos” os centros de reabilitação respiratória no país.

Outras das lutas da associação passa pela disponibilização em todos os agrupamentos dos centros de saúde de espirometrias, um exame de diagnóstico que permite avaliar a função dos pulmões e a quantidade de ar que entra e sai e que é essencial para diagnosticar a DPOC. O programa “já está no papel, já existe alguns polos em Portugal, e pensamos” que arranque no final deste ano, disse o responsável, destacando a importância da medida para efetivar “o diagnóstico precoce” a nível nacional.

Veja ainda: 15 doenças ainda sem cura

Apesar de a DPOC ter “uma prevalência muito grande”, ainda é desconhecida para muitas pessoas e muitas vezes desvalorizada, disse José Albino, que descobriu que tinha a doença há 16 anos, quando tinha 50 anos. “As pessoas não ligam ao cansaço que sentem, pensam que é um problema de estarem mais velhos ou por estarem mais gordos ou porque têm um problema cardíaco” e não se queixam ao médico, disse.

800 mil portugueses com a doença

Segundo dados do Programa Nacional para as Doenças Respiratórias da Direção-Geral da Saúde, a DPOC é, atualmente, a quarta causa de morte no mundo e um problema de saúde pública em Portugal. Afeta cerca de 800 mil portugueses e apesar de ser muitas vezes apontada como uma doença associada aos mais idosos, estima-se que 50% dos doentes tenham menos de 65 anos.

Criada há precisamente 10 anos, a Respira foi a primeira associação fundada em Portugal dirigida às pessoas com DPOC e outras doenças respiratórias crónica.

Foi fundada por de um pequeno grupo de pessoas com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica para combater “a lacuna existente ao nível da saúde respiratória em Portugal”.

Sob o lema “Para que não se sinta só a respirar” a Associação assumiu a missão de contribuir para o conhecimento, prevenção e tratamento das doenças respiratórias crónicas e para a promoção e defesa dos direitos dos doentes.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.