O número de mortos subiu, depois de na véspera o país se ter ficado por 48 óbitos e de no dia anterior ter contabilizado 50.

O país diagnosticou ainda 2.483 infeções nas últimas 24 horas, mais 1.780 que no dia anterior, acumulando agora 2.399.790 casos desde o início da pandemia, segundo os últimos dados divulgados.

O México é o quarto país do mundo com mais mortes causadas pela covid-19, depois dos Estados Unidos, Brasil e Índia, e o 15.º em número de casos, de acordo com a contagem independente da Universidade norte-americana Johns Hopkins.

O país, com 126 milhões de habitantes, iniciou a campanha de vacinação contra o novo coronavírus em 24 de dezembro, tendo já administrado mais de 26,9 milhões de doses da vacina, com 11,8 milhões de pessoas a terem completado a inoculação, segundo as autoridades.

O México vai enviar no próximo fim de semana para a Argentina o primeiro lote de vacinas da AstraZeneca embaladas no país, um carregamento de 800.000 doses, anunciou o ministro dos Negócios Estrangeiros mexicano, Marcelo Ebrard, na terça-feira.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.475.079 mortos no mundo, resultantes de mais de 167,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.021 pessoas dos 845.840 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.