Os oftalmologistas do Hospital Moorfields trataram pelo menos três pacientes com hemorragias internas na vista, dores e visão desfocada depois de terem sido atingidos por balas destas pistolas de brincar.

Segundo a BBC, num relatório publicado no BMJ Case Reports, os médicos recomendam a utilização de óculos protetores e a diminuição da idade mínima para a utilização do brinquedo, atualmente fixada nos oito anos.

As pistolas são produzidas pela fabricante norte-amerciana de brinquedos e jogos Hasbro, que aconselha os utilizadores a não apontar o brinquedo à cara. As armas estão disponíveis no mercado português, à distância de um clique em lojas online, mas também em grandes superfícies de retalho.

Três casos médicos

No artigo publicado no BMJ Case Reports, os médicos relatam o caso de um homem de 32 anos atingido a oito metros de distância por uma criança. O homem ficou com a visão desfocada e um olho vermelho.

O outro caso relatado é o de uma mulher de 43 anos atingida a uma distância de um metro, que se queixou de visão desfocada e de um olho vermelho e magoado. O terceiro caso diz respeito a uma criança de 11 anos atingida a dois metros, com visão desfocada e dores e inflamação na córnea e retina.

Todos os pacientes foram tratados com gotas para os olhos, tendo recuperado a visão uma semana depois da terapêutica.

Veja ainda: 10 conselhos médicos para ter uns olhos saudáveis

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.