Segundo o Gabinete de Comunicação do Centro Hospitalar da Cova da Beira (CHCB), algumas das altas médicas foram dadas ainda durante a noite de domingo e as restantes na manhã de hoje.

Quanto às duas crianças que permanecem internadas, a fonte refere que o estado clínico das duas é "estável" e que nenhum dos casos inspira cuidados de maior, sendo previsível que uma delas ainda deva ter alta hoje, durante a tarde.

Entre sábado e domingo, cerca de 30 crianças e alguns adultos tiveram de ser assistidos nos serviços do Centro Hospitalar da Cova da Beira (CHCB) com sintomas intoxicação alimentar, sendo que 18 crianças tiveram de ser internadas.

Leia também: 12 sintomas que nunca deve ignorar

Vómitos e dores abdominais

As crianças, que têm entre 4 e 12 anos, apresentavam sintomas como vómitos, dores abdominais intensas, diarreia e febre.

Num ponto de situação feito à comunicação social no domingo pelo presidente do conselho de administração do CHCB, João Casteleiro, foi referido que nenhum dos casos é grave e a causa da intoxicação ainda está a ser averiguada, mas ao que tudo indica estará relacionada com a gestão de um gelado artesanal.

O gelado terá sido vendido durante um evento que se realizou sexta-feira à noite para assinalar o fim do ano escolar.

A situação está agora a ser analisada pela delegada de Saúde da Covilhã.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.