O governante falava durante a visita que realizou à Unidade Móvel do Rastreio do Cancro da Mama, junto ao Centro de Saúde de Machico, facultando um diagnóstico gratuito a cerca de 4.151 mulheres.

Estes são os sintomas de cancro mais ignorados pelos portugueses
Estes são os sintomas de cancro mais ignorados pelos portugueses
Ver artigo

"O rastreio do colo do útero e do colo retal, onde temos já um rastreio oportunista de cerca de 60% dos casos, será organizado e, estes, e o do cancro da mama e da retinopatia diabética [já cobertos em 100%] irão ficar concentrados no Centro de Rastreio da Região Autónoma da Madeira que será uma realidade a partir de 2019", disse Pedro Ramos.

100 novos casos de cancro da mama

Por ano são detetados na Madeira 100 novos casos de cancro da mama, 80% dos quais com resultados positivos devido à sua deteção precoce.

A população feminina, com idade compreendida entre os 45 e os 69 anos, residente no concelho de Machico, será convocada para o rastreio.

Num primeiro momento, o rastreio será dirigido às mulheres residentes nas freguesias de Santo António da Serra e Santa Cruz, seguindo-se Machico, Água de Pena, Caniçal e, por fim, Porto da Cruz.

As autoridades de saúde aconselham, no caso do cancro do colo do útero, o rastreio, de três em três anos, a mulheres entre os 25 e os 60 anos, se já tiverem iniciado a vida sexual.

No cancro do colo retal, as orientações são para que seja feito o rastreio, de dois em dois anos, a mulheres e homens entre os 50 e os 70 anos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.