Entre 11 e 15 de setembro, a carrinha Vida+ Móvel viajar até às comunidades de Pombalinho (Soure), Chanca (Penela), Casmilo (Condeixa-a-Nova) e Penela para avaliar o estilo de vida das populações e sensibilizar para a importância de um envelhecimento ativo e saudável. As aldeias e vila dos distritos de Coimbra e Leiria participam nesta segunda semana da iniciativa do projeto europeu HeaLIQs4Cities. A carrinha parte depois na terceira semana da iniciativa para outros destinos (veja calendário em baixo).

O projeto arrancou no dia 4 de setembro e durante três semanas a missão é proporcionar um serviço de proximidade na promoção da saúde e prevenção da doença em zonas isoladas e envelhecidas do interior do país, com dificuldade no acesso à inovação e serviços personalizados de aconselhamento em saúde e bem-estar.

Coordenado pelo Instituto Pedro Nunes (IPN), em parceria com a Universidade de Coimbra (UC) e o Centro Médico e Universitário de Groningen (Holanda), o  (Healthy Lifestyle Innovation Quarters for Cities and Citizens) é um projeto apoiado pela Comissão Europeia e pelo Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (EIT) que promove estilos de vida saudáveis, envolvendo cidadãos, universidades, empresas e governos locais da Dinamarca, Espanha, Holanda e Portugal.

Como funciona?

Quem visitar a carrinha Vida+ Móvel começa por responder a um questionário de avaliação do estilo de vida - desenvolvido por uma equipa multidisciplinar da UC - e avaliar gratuitamente alguns parâmetros fisiológicos do corpo, como peso, equilíbrio, pressão arterial, função pulmonar, frequência cardíaca, tempo de reação e flexibilidade.

Para lá do relatório que cada participante recebe da avaliação, será efetuado um acompanhamento personalizado através de recomendações sobre hábitos saudáveis e estratégias para um envelhecimento mais ativo e saudável.

A importância de alimentação equilibrada, exercício físico regular, interação social e saúde mental serão as vertentes exploradas para que o cidadão entenda a importância de diminuir fatores de risco associados a doenças cardiovasculares e metabólicas (obesidade, Diabetes, fígado gordo ou hipertensão) e de caráter inflamatório e degenerativo (depressão e demência), que podem ser prevenidas, e até mesmo atenuadas, com a adoção de um bom estilo de vida.

Veja o calendário de atividades

Investigadores vão ao interior do país avaliar o estilo de vida das comunidades
créditos: Direitos Reservados

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.