O INEM e vários serviços de urgência de unidades de saúde do Centro e do Norte celebram, na próxima segunda-feira, protocolos que visam a partilha de recursos com "ganhos de eficiência dos meios".

Através destes acordos, as equipas do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) adstritas às ambulâncias de suporte imediato de vida (SIV) e às viaturas médicas de emergência e reanimação (VMER) deste instituto são integradas nos serviços de urgência de 10 instituições de saúde.

"No total, mais cinco VMER e mais cinco ambulâncias SIV vão funcionar neste modelo de partilha de recursos entre as várias instituições", refere uma nota hoje divulgada pelo Gabinete de Comunicação e Imagem do INEM.

Este instituto do Ministério da Saúde e os serviços de urgência "vão partilhar os seus recursos, potenciando-se sinergias com os recursos humanos e materiais existentes".

Tais acordos vão permitir obter "ganhos de eficiência dos meios". Além disso, "melhora-se a manutenção das competências técnicas dos profissionais e assegura-se uma perfeita ligação entre o pré e o intra-hospitalar, ao garantir não só a capacidade de resposta das equipas de emergência na vertente do pré-hospitalar, nas localidades onde estão inseridas, mas também uma intervenção ativa e significativa" nos serviços de urgência.

Os profissionais de saúde que constituem a tripulação das ambulâncias SIV e das VMER "passam também a desempenhar funções nos serviços de urgência" onde estão estabelecidos os meios do INEM.

"Uma outra importante vertente que as instituições pretendem reforçar com esta iniciativa, no caso específico das ambulâncias SIV, é a do transporte de doentes críticos urgentes entre unidades de saúde", adianta a nota.

Na Região Centro, vão ser integradas as seguintes equipas de emergência: ambulâncias SIV de Tondela e Seia nos respetivos serviços de urgência básica e VMER de Viseu no Serviço de Urgência do Hospital da cidade.

Na Região Norte, verificam-se as seguintes integrações: ambulâncias SIV de Lamego, Mirandela e Ponte de Lima nos serviços locais de urgência básica.

Também as VMER de Vila Real, Chaves, Bragança e Viana do Castelo são incluídas nos serviços de urgência dos hospitais destas cidades.

Em Viana do Castelo, este modelo já está em funcionamento há um mês, sendo o protocolo agora formalizado.

Os acordos vão ser assinados em cerimónias a realizar na Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, no Porto, às 11:00, e na ARS do Centro, em Coimbra, às 16:00, na presença do presidente do INEM, Miguel Soares de Oliveira, presidentes das ARS do Norte e do Centro e diretores dos hospitais e urgências básicas envolvidos.

02 de maio de 2012

@Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.