Em causa está uma ordem de serviço da ULSAM, contestada por um laboratório de Ponte de Lima, "que obriga todos os médicos, a partir do próximo dia 26 de abril, a encaminharem os utentes para o hospital Conde de Bertiandos, em Ponte de Lima, para realização de colheitas de análises clínicas".

Para aquele laboratório, a decisão da ULSAM vai "retirar serviços de proximidade" à população e "colocar em causa os 39 postos de trabalho" que assegura.

Em resposta escrita a um pedido de esclarecimento enviado pela agência Lusa, a administração da ULSAM afirmou "não acreditar que a medida possa por em causa a viabilidade económica dos laboratórios privados de patologia clínica uma vez que se trata de um pequeno número e não da integração total dos exames realizados".

A ULSAM, que integra os hospitais de Santa Luzia, em Viana do Castelo, Conde de Bertiandos em Ponte de Lima, e 13 centros de saúde espalhados pelo Alto Minho, explicou que medidas semelhantes já foram tomadas no país e adiantou que "o centro de saúde de Ponte de Lima se encontra cerca de 50 metros do hospital Conde de Bertiandos, onde está instalado o laboratório de patologia clínica".

"A ULSAM tem procurado a melhoria contínua dos cuidados de saúde, bem como, a natural articulação nos diversos cuidados de saúde prestados, procurando, também, otimizar a capacidade instalada nas suas unidades, rentabilizando ao máximo os seus recursos e, só depois de esgotados, aí sim o recurso a outros prestadores, desde que não haja prejuízo para os utentes", sustentou.

O assunto motivou hoje a apresentação, na Assembleia da República, pelo deputado do CDS-PP um requerimento a pedir esclarecimento ao ministro da Saúde.

Abel Baptista quer saber se a tutela tem conhecimento da situação e, em caso afirmativo, "que diretrizes e que objetivos norteiam tal decisão".

Caso, o deputado do CDS-PP, eleito pelo distrito de Viana do Castelo, quer saber que medidas o Ministério da Saúde "pondera tomar para solucionar esta orientação", afirmando "que se ficarem apenas disponíveis para recolha de análises os serviços do Hospital Conde de Bertiandos, a população na área de abrangência dessa unidade de saúde irá ser prejudicada e poderá provocar o caos".

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.