Em comunicado, o Centro Hospitalar do Baixo Vouga (CHBV), que integra os hospitais de Aveiro, Águeda e Estarreja, refere que a criação deste espaço, que estará em pleno funcionamento a partir de fevereiro de 2020, resulta de um protocolo celebrado com a empresa Abott.

Segundo o CHBV, trata-se de um projeto “muito desejado pelo Serviço de Cardiologia que, até então, no caso da implantação de pacemakers, tinha necessidade de recorrer ao Bloco Operatório, o que limitava a atividade e aumentava o tempo de espera”.

“Este espaço será dotado de novos equipamentos que vão permitir que muitos dos procedimentos mais diferenciados, até então feitos nos Hospitais de Coimbra e Porto, possam ser realizados em Aveiro, evitando assim a deslocação e internamento dos doentes fora da sua área de residência”, refere a mesma nota.

De acordo com dados do CHBV, o Serviço de Cardiologia coloca, anualmente, cerca de 280 ‘pacemakers’, estimando-se que, com o novo espaço, se realizem mais 40% de procedimentos.

“Com este protocolo foi dado mais um importante passo para garantir uma resposta mais adequada às necessidades da população da Região de Aveiro, no que se refere ao tratamento da patologia cardíaca mais complexa, muito prevalente na nossa região”, conclui a administração do CHBV.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.