A campanha "será realizada em todos os países da sub-região da África Ocidental no mesmo período", até terça-feira, "é gratuita e é administrada a todas as crianças até aos cinco anos de idade", refere o UNICEF, em comunicado.

A erradicação da Poliomielite está inserida numa das estratégias das autoridades guineenses "visando a redução, em dois terços, da mortalidade nas crianças menores de cinco anos até final de 2015, no âmbito das metas estabelecidas para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio", acrescenta.

A taxa de mortalidade naquela faixa etária é de 35,4 por cada mil nados-vivos, de acordo com o inquérito nacional MICS 2014.

As entidades envolvidas na campanha realçam que "a vacinação contra a Poliomielite é segura. Não há riscos de vacinar uma criança doente, com deficiência, ou que esteja mal nutrida".

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.