“Atingir novos marcos! Parabéns, Índia. Com a ajuda do público e os esforços dos nossos profissionais de saúde, mais de 60% da população elegível foi vacinada”, rejubilou o Ministro da saúde, Mansukh Mandaviya, no Twitter.

De acordo com os últimos dados oficiais, o país de 1,35 mil milhões de pessoas administrou um total de 1,396 milhões de doses contra a covid-19.

Cerca de 564 milhões de indianos receberam o regime completo, dos 950 milhões de adultos elegíveis.

A Índia não administra atualmente doses de reforço, e vários líderes da oposição e chefes de governo têm nos últimos dias apelado ao governo para expandir o programa de vacinação.

“Quando começará o Governo da Índia (a administrar) doses de reforço”, questionou o histórico líder do Partido do Congresso (INC) Rahul Gandhi.

O Ministro Chefe de Deli, Arvind Kejriwal, também apelou às autoridades indianas na segunda-feira para que permitissem as doses de reforço.

A Índia registou 7.495 infeções nas últimas 24 horas, elevando o número total de casos desde o início da pandemia para 34,7 milhões, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

Os números oficiais mostram que 478.759 pessoas morreram no país de covid-19, com 434 mortes no último dia.

Estes números contrastam com os registados em maio, quando a Índia se tornou o epicentro global do coronavírus, registando mais de 400.000 infeções e 4.000 mortes por dia, uma crise que levou as autoridades a suspender as exportações de injeções para satisfazer a procura interna.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.