Segundo o portal Mediapart, o renomado cirurgião Emmanuel Masmejean leiloou na OpenSea, um site especializado em venda de objetos digitais NFT, a radiografia de uma sobrevivente do Bataclan, a qual ele tinha operado.

A radiografia mostra um dos seus antebraços perfurados por uma bala de kalashnikov, disparada durante uma série de atentados realizados a 13 de novembro de 2015 em Paris e suas redondezas que provocaram 130 mortos.

O chefe dos hospitais de Paris (AP-HP) anunciou rapidamente que implementaria ações legais, denunciando um "ato escandaloso". Segundo o Mediapart, a radiografia tinha um preço inicial de 2.776 dólares.

Numa nota enviada à AFP pela sua advogada, a sobrevivente disse estar "muito chocada" com essa tentativa de venda e com o "desprezo" demonstrado pelo médico.

O médico escreveu na sua conta do Twitter que lamentava o "erro", acrescentando que destruiu "a obra em questão" e que não obteve lucros.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.